.

.

23 de janeiro de 2019

Fernando Monteiro apresenta Canal do Sertão ao novo ministro do Desenvolvimento Regional e pede atenção à Adutora do Agreste

O deputado federal Fernando Monteiro (PP/PE) esteve nesta quarta-feira (23) em audiência com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, discutindo sobre o Canal do Sertão Pernambucano e sobre a liberação de recursos para as novas etapas das obras da Adutora do Agreste.

Na ocasião, o parlamentar apresentou ao novo ministro a proposta de construção do Canal do Sertão Pernambucano, que vai viabilizar a irrigação de áreas localizadas na região Oeste do Estado e, na visão do deputado, “mudar completamente a cara do Sertão pernambucano”. 

O ministro se dispôs a solicitar, junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), um estudo detalhado do empreendimento, assim como a acionar o Departamento de Parcerias do novo Ministério do Desenvolvimento Regional. Para ser priorizado, o projeto do Canal do Sertão Pernambucano deve, agora, ser enquadrado ou no Plano Nacional de Segurança Hídrica ou no Plano de Desenvolvimento do Nordeste.

Entre 2017 e 2018 o governo federal liberou R$ 220 milhões para a Adutora do Agreste, outro projeto considerado de suma importância para amenizar os efeitos dos longos períodos de estiagem em Pernambuco. Ainda faltam ser repassados R$ 413 milhões para finalizar a primeira etapa da obra, que prevê o abastecimento de 23 municípios, de um montante conveniado no valor de R$ 1,4 bilhão. A segunda etapa deverá beneficiar outros 45 municípios do Agreste.

Conforme o Ministro, a liberação de novos recursos depende, agora, do cronograma de desembolsos do novo governo. Ainda assim, Canuto se disse sensível à necessidade de agilizar a obra. “Ninguém discute a relevância da adutora”, garantiu.

Tirar do papel projetos contra os efeitos da seca, melhorando a qualidade de vida de quem sabe o que é viver com a falta d’água, é uma das principais bandeiras de Fernando Monteiro. “O acesso a este bem tão necessário para a garantia da vida e da viabilidade econômica dos pernambucanos é tarefa urgente. Projetos que viabilizam isso precisam sair do papel, e é para isso que tenho trabalhado, dia após dia”, destaca o deputado federal.

'Se ele errou e isso ficar provado, eu lamento como pai, mas ele vai ter que pagar', diz Bolsonaro sobre Flávio

Foto: Fabrice Coffrini/AFP
Do Portal G1
 
Em entrevista nesta quarta-feira (23) para a agência de notícias Bloomberg, em Davos, na Suíça, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que se o seu filho mais velho, o senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), errou e, se for provado que errou, ele "vai ter que pagar" pelos atos dele.

Flávio Bolsonaro é figura no noticiário nacional desde que um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) mostrou que Fabrício Queiroz, ex-assessor e ex-motorista do senador eleito, movimentou R$ 1,2 milhão em sua conta de maneira considerada "atípica".
 
"Se, por acaso, ele errou e isso ficar provado, eu lamento como pai, mas ele vai ter que pagar o preço por essas ações que não podemos aceitar", disse Bolsonaro à Bloomberg.

Bolsonaro está em Davos, na Suíça, onde participa do Fórum Econômico Mundial. Bolsonaro chegou à cidade nesta segunda-feira (21) e nesta terça (22) discursou na abertura da sessão plenária do Fórum.

Na entrevista para a Bloomberg, Bolsonaro também disse que as reformas econômicas são necessárias para que o Brasil não se torne uma Venezuela - o país enfrenta um quadro recessivo e de hiperinflação.

"O Brasil tem de dar certo. Se não, a esquerda vai voltar (ao poder) e não vamos saber o destino do Brasil, talvez se torne mais parecido com o regime que temos na Venezuela", disse.

A reforma da Previdência é considerada essencial pelos investidores para o acerto das contas públicas. Segundo Bolsonaro, a proposta a ser enviada para o Congresso terá cortes "substanciais" nos gastos previdenciários e vai definir uma idade mínima.

Já a alteração na legislação previdenciária dos militares vai ser feita apenas "em uma segunda parte da reforma", de acordo com o presidente.

Relatório do Coaf

Fabrício Queiroz figura em relatório do Coaf, que apontou operações bancárias suspeitas de 74 servidores e ex-servidores da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro abriu procedimento investigatório criminal para apurar o caso, mas a investigação foi suspensa temporariamente por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em 17 de janeiro. Quem pediu a suspensão das investigações foi Flávio Bolsonaro.

A partir da investigação do MP, o Coaf produziu um novo relatório. O documento aponta movimentações bancárias suspeitas de Flávio Bolsonaro. Em um mês, foram feitos quase 50 depósitos em dinheiro numa conta do senador, no total de R$ 96 mil.

O documento traz informações sobre movimentações financeiras de Flávio Bolsonaro entre junho e julho de 2017. São 48 depósitos em espécie na conta do senador eleito, concentrados no autoatendimento da agência bancária que fica dentro da Assembleia Legistativa do Rio (Alerj), e sempre no mesmo valor: R$ 2 mil.

Nesta terça-feira (22), uma força-tarefa do Ministério Público e da Polícia Civil do Rio de Janeiro contra milícia que age em grilagem de terras prendeu o major Ronald, que foi homenageado em 2004 por Flávio Bolsonaro, com uma moção de louvor na Alerj.

A mãe e a mulher de outro denunciado na operação desta terça-feira (22) trabalharam no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) disse que seu filho, o deputado estadual e senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL), deverá "pagar o preço" caso se comprove irregularidades no caso envolvendo um ex-assessor dele na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro). "Se por acaso ele [Flávio] errou e isso for provado, eu me arrependo como pai, mas ele terá que pagar o preço por essas ações, que não podemos aceitar", disse Bolsonaro em entrevista à Bloomberg. A entrevista, gravada em Davos, onde Bolsonaro participa do Fórum Econômico Mundial, ainda será exibida pelo canal de televisão.... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2019/01/23/bolsonaro-filho-queiroz-assessor-alerj.htm?cmpid=copiaecola

Aprenda a montar o seu currículo

Você sabe montar um currículo (CV)? Se a resposta for não, tenha calma! Nessa matéria vamos te ensinar a caprichar na elaboração desse documento que pode ser a sua porta de entrada para o mundo profissional. Confira a seguir, algumas dicas que vão facilitar a sua vida.


Vamos dividir a elaboração do currículo por partes. É importante que você inicie o seu CV pelas informações pessoais. Nome completo, foto (caso exigida), endereço, telefone, e-mail, data de nascimento, e estado civil devem aparecer logo no início do documento. Depois informe o seu objetivo profissional, dando ênfase ao cargo e a área de interesse.

Na sequência vem a formação acadêmica. Nesse momento, você deve descrever toda a sua trajetória escolar e universitária. Coloque o nome das instituições de ensino que foram frequentadas, datas e início dos términos dos cursos, apresentando-os por ordem de relevância (pós-graduação, ensino superior, ensino médio). No caso dos cursos técnicos, mencione apenas os da sua área de interesse.

No quarto momento você deve informar a sua experiência profissional. Destaque a empresa, cargo e o seu período de atuação dentro dela. O candidato não pode esquecer de citar as atividades desenvolvidas, esse item é de fundamental importância para a seleção. Quando for descrever as suas habilidades, evite o uso de adjetivos para se auto elogiar.

Com relação a estrutura do currículo, o ideal mesmo é seguir o padrão. Use o papel com fundo branco, margens fixas e fontes tradicionais (Times New Roman, Arial ou Verdana), com tamanhos entre 10 e 12.

Termine o seu currículo com uma lista de três referências, com nome, cargo, telefone e e-mail de cada uma. Outra coisa, seja sincero. Não acrescente habilidades e qualificações que você não tem. Pronto, antes de imprimir, faça uma revisão para verificar se existe erro de gramática ou até mesmo de digitação.

No Paulista, Igreja Católica realiza carreata e show para marcar transferência de paróquia

Para marcar a transferência de Paróquia da Igreja de Santa Isabel, localizada no centro do Paulista, para a Igreja Nossa Senhora dos Prazeres, no bairro de Maranguape II, será realizada uma grande carreata neste sábado (26.01) com os fiéis católicos. A concentração acontecerá em frente à Igreja de Santa Isabel a partir das 18h.

Ao chegar à nova Paróquia, será celebrada uma missa pelo Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido. Além da instalação da paróquia, haverá a posse do novo pároco, o Padre Charles Araújo. Após a missa, os católicos participarão de um show em frente à Igreja Nossa Senhora dos Prazeres, em Maranguape II, a partir das 21h30.

Já no sábado (27.01), às 17h, o arcebispo Dom Fernando Saburido criará a Paróquia Santa Isabel Rainha de Portugal, no centro da cidade do Paulista. Na ocasião, além da posse do padre Adriano, será feito o anúncio oficial do tombamento da Igreja Matriz pelo Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural (CEPPC). Desde o dia 20 de dezembro, o templo passou a integrar o conjunto de igrejas classificadas como Patrimônio Histórico e Cultural de Pernambuco, não podendo mais sofrer nenhuma alteração que comprometa a obra original.

A mudança de paróquia na verdade é um retorno ao que era antes da Igreja Nossa Senhora dos Prazeres ter sido destruída durante um incêndio nos anos 50. Criada em 1681, esta igreja foi a primeira paróquia da Arquidiocese de Olinda, Por causa do incidente, a sede passou para a Igreja de Santa Isabel, ficando até os dias de hoje, como Paróquia de Paulista. Com a transferência, Paulista passa a ter duas paróquias e amplia a atuação pastoral católica no município.

Paulo Câmara alinha prioridades de Pernambuco com a nova bancada federal

Manter os poderes Executivo e Legislativo alinhados na luta por um Pernambuco cada vez mais forte e desenvolvido. Esse foi o objetivo do encontro comandado pelo governador Paulo Câmara, nesta quarta-feira (23.01), no Palácio do Campo das Princesas. O chefe do Executivo estadual fez questão de reunir os deputados federais que renovaram o mandato e também os estreantes para discutir os projetos e ações prioritárias da gestão, principalmente nos setores social e econômico. Entre as pautas apresentadas aos 17 deputados presentes estiveram as prioridades para os Portos do Recife e de Suape, a manutenção e ampliação dos projetos de irrigação no Sertão, a Adutora e o Ramal do Agreste e a requalificação de estradas.

“Fizemos hoje a primeira reunião com os deputados federais que vão assumir o cargo no dia 1º de fevereiro. Mostramos um conjunto de projetos que julgamos importantes para Pernambuco, assim como já tínhamos feito com os três senadores. Essa aproximação cada vez maior com a Câmara dos Deputados e com o Senado Federal pode nos ajudar nas articulações em Brasília. Então, foi uma conversa muito franca e transparente, e ouvimos muitas contribuições importantes”, destacou o governador.

Da mesma forma que fez na semana passada, quando recebeu no Palácio os três senadores de Pernambuco – Humberto Costa, Jarbas Vasconcelos e Fernando Bezerra Coelho – Paulo Câmara enfatizou aos deputados o compromisso da sua gestão de trabalhar de forma integrada em favor das necessidades do Estado, independente de posições políticas.

“A gente está aqui para governar o Estado pelos próximos quatro anos, e os deputados e senadores, para legislar e ajudar Pernambuco. Espero que tenhamos desdobramentos, não apenas em outras reuniões como esta, mas também criando condições de, unidos, buscarmos junto aos Ministérios e ao Governo Federal ações importantes para Pernambuco e destravar obras que são fundamentais na área de estradas, dos nossos Portos, na questão de desenvolvimento econômico, do abastecimento de água ou dos projetos de irrigação”, frisou o governador.

Também foram abordados na reunião temas como a manutenção dos estaleiros instalados em Suape, a conclusão da Ferrovia Transnordestina, a requalificação de rodovias como as BRs 232 e 423 e a Adutora do Pajeú, entre outras obras complementares à Transposição do Rio São Francisco. Um dos coordenadores da bancada federal pernambucana, o deputado Augusto Coutinho avaliou como indispensável o diálogo proposto pelo governador em favor de Pernambuco.

“É uma característica de muitos anos da bancada de Pernambuco: quando o assunto é interesse do Estado, a gente se une. E essa foi uma demonstração disso. Tivemos aqui deputados de todas as colorações partidárias e o governador, em atenção à bancada, trouxe temas importantes para o desenvolvimento do Estado, que vão precisar de uma interação com o Governo Federal e de ações da bancada de Pernambuco. Isso mostra que, quando o interesse for o desenvolvimento, o crescimento do Estado e as obras estratégicas, a gente precisa estar junto nessa defesa”, afirmou o parlamentar.

Participaram da reunião os deputados André de Paula, Bispo Ossésio, Carlos Veras, Danilo Cabral, Fernando Rodolfo, Gonzaga Patriota, João Campos, Luciano Bivar, Pastor Eurico, Raul Henry, Renildo Calheiros, Ricardo Teobaldo, Sebastião Oliveira, Sílvio Costa Filho, Túlio Gadelha e Wolney Queiroz, além dos secretários estaduais Alexandre Rebêlo (Planejamento e Gestão), Nilton Mota (Casa Civil), Marcelo Bruto (Desenvolvimento e Habitação), Bruno Schwambach (Desenvolvimento Econômico) e Érika Lacet (Controladoria).

Reeducando do regime aberto tem oportunidade de emprego na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos

Pelo desempenho do trabalho dentro da unidade, onde exerceu atividades de eletricista e pedreiro, ele assumiu o cargo de chefe da manutenção na secretaria.

“Se a gente trabalha dentro da unidade prisional e se dedica no que faz, tem oportunidade aqui fora sim”, esse é o lema de B.F.P, 34, que cumpre o regime aberto e assumiu o cargo de chefe da manutenção, na Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), desde o dia três de janeiro deste ano.

No primeiro emprego após sair da unidade e sendo acompanhado pelo Patronato Penitenciário, órgão da SJDH, B.F.P faz serviços de eletricista, orienta as atividades de pintura, de pedreiro, e reforma na instituição. Com o emprego pretende mudar de vida, fazer um curso superior e sustentar a família. “Gosto da função de eletricista porque fiz curso dentro da penitenciária e estou muito satisfeito com essa oportunidade que me foi dada, pretendo fazer faculdade de Engenharia”, comemora.

B.F.P participou da reforma da copa do Presídio Juiz Antônio Luís Lins de Barros (PJALB), inaugurada no último dia 10 de janeiro. No local realizou serviços de pintura, eletricista e pedreiro. Foi convidado para a inauguração e quando chegou ao PJALB, não se demorou em reunir os colegas e aconselhar: “é importante a gente se agarrar nas oportunidades que aparecem e se dedicar. Nada está perdido, a mudança é a gente que faz, se quisermos, encontramos um caminho melhor aqui fora, como eu encontrei”.

O reeducando integra a estatística dos 823 apenados do regime aberto que exercem função remunerada através de convênios de empregabilidade, realizados pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos por meio do Patronato Penitenciário.



Governo estuda regularizar permanência de médicos cubanos no Brasil

José Cruz/Agência Brasil
Da Agência Brasil

O governo federal estuda formas de regularizar a permanência de médicos cubanos que queiram ficar no Brasil. Para o Ministério da Saúde, a iniciativa se enquadra na determinação de fortalecimento da atenção básica à saúde. As medidas são analisadas após o fim do acordo de cooperação entre o Brasil e Cuba para participação no programa Mais Médicos, que ocorreu em novembro do ano passado.

O número de profissionais de saúde de Cuba interessados em permanecer no Brasil ainda está sendo contabilizado, pois o Ministério da Saúde aguarda receber a informação do escritório brasileiro da Organização Pan-americana de Saúde (Opas), intermediadora do acordo.

Na última semana, representantes do grupo interministerial se reuniram no Ministério da Educação sobre a situação dos profissionais cubanos. A assessoria do Ministério da Saúde informou que o governo federal espera chegar a um consenso para atender os médicos de Cuba que queiram atuar no Brasil.

Por intermédio da assessoria, o Ministério da Saúde informou à Agência Brasil que, “preocupado com a questão humanitária e em parceria com o Conselho Federal de Medicina e o Ministério da Educação, busca uma forma de permitir a reintegração desses profissionais após a revalidação dos seus diplomas.

Divergências

Em novembro de 2018, foi encerrado o acordo de cooperação assinado pelo Brasil e Cuba. O governo cubano discordou das novas exigências feitas pelo Brasil, como a necessidade de os profissionais se submeterem ao Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida).

O Revalida serve para comprovar o grau de conhecimento de médicos brasileiros ou estrangeiros que obtiveram diplomas de graduação em instituições de ensino do exterior e que queiram atuar no Brasil. O presidente Jair Bolsonaro reiterou a defesa pelas novas exigências.

Refúgios

Desde que o Programa Mais Médicos foi criado em 2013, o número de cubanos pedindo refúgio tem crescido. Porém, de acordo com órgãos responsáveis pela área, não há dados precisos que permitam a associação entre o aumento do número de pedidos de refúgio e a quantidade de cubanos no país.

De 2003 a 2012, a média de pedidos anuais foi de 22 solicitações. Em 2013, 69 cubanos solicitaram refúgio ao Brasil. A partir daí, as requisições cresceram ano após ano: 113 (2014); 422 (2015); 1.121 (2016); 2.020 (2017) e 2.743 (2018). 

Desde o final de novembro de 2018, até o último dia 21, o número chegou a 798 – quase o dobro do total registrado durante os mesmos três meses de 2017/2018, quando 438 cubanos pediram refúgio ao Brasil.

Anteriormente

Em 2017, ano em que 33.866 cidadãos de várias partes do mundo pleitearam o direito de permanecer no Brasil, os cubanos formaram o segundo grupo que mais pediu refúgio, atrás apenas dos venezuelanos. 

Os dados são do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) e foram divulgados no site do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

O Conare informa que o status de refugiado é concedido à pessoa que deixa o seu país de origem ou de residência habitual devido a fundado temor de perseguição por motivos de raça, religião, nacionalidade, grupo social ou opiniões políticas, como também devido à grave e generalizada violação de direitos humanos, e não possa ou não queira acolher-se da proteção de tal país.

Prefeito do Paulista apresenta ao prefeito de Afrânio o sistema de monitoramento utilizado pela gestão

Em reunião com todo o secretariado, o prefeito do Paulista Junior Matuto apresentou ao prefeito de Afrânio, Rafael Cavalcanti, o funcionamento do sistema de monitoramento das metas prioritárias utilizado pela administração municipal. O programa funciona desde o início do primeiro mandato do gestor e consiste em definir as prioridades de cada pasta e suas estratégias de execução, os investimentos necessários, as metas a serem seguidas, o acompanhamento sistemático, onde são resolvidos os gargalos do andamento de cada projeto, garantindo assim os resultados dentro dos prazos estabelecidos. 


Neste encontro que aconteceu na tarde desta terça-feira, (22.01), na sede da secretaria de Administração, no Bairro do Nobre, Junior Matuto aproveitou para anunciar quais os tipos de programas que serão priorizados este ano. “Vamos estabelecer metas pragmáticas, considerando ações que aproxime cada vez mais a gestão da população. Depois desta primeira reunião, vamos conversar com cada secretário, para elencar qual o programa, ou a ação mais importante que vai beneficiar o povo, e levar o atendimento para mais perto do povo, a exemplo do que estamos fazendo estes dias com o Programa Viva Orla,” comparou o prefeito. 

O prefeito de Afrânio, avaliou como positivo o sistema de acompanhamento das metas empregado pela gestão municipal. “Esta ferramenta de monitoramento utilizada aqui em Paulista é muito estratégica para assegurar a execução das metas prioritárias dentro do prazo previsto. Vou levar a ideia para discutir com meus colaboradores municipais e possivelmente implantar o sistema em nossa gestão,” pontuou Rafael Cavalcanti.

Promoção na Pinguim Motos


Grande Recife apresenta proposta de recomposição tarifária abaixo da inflação


Na próxima sexta-feira (25/01), o Conselho Superior de Transporte Metropolitano deliberará sobre as propostas de recomposição tarifária para o transporte público de passageiros na Região Metropolitana do Recife (RMR). A proposta de reajuste do Grande Recife Consórcio de Transporte é de 7,07%, índice inferior à inflação do período de dezembro de 2016 a dezembro de 2018, que foi de 7,12%, e menos da metade da proposta apresentada pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE), que solicitou um reajuste de 16,18%. Vale destacar que não há aumento na tarifa desde janeiro de 2017.


Nos últimos 24 meses, itens da planilha de custos tiveram aumentos que impactaram na proposta de recomposição da passagem, como o aumento do óleo diesel (8,39%), o acordo coletivo da categoria (7,07%) e o custo do veículo-padrão (5,51%). Os estudos do Consórcio também contemplam a renovação de 655 veículos que estão com a vida útil acima da idade estabelecida. No entanto, com o objetivo de repassar para o usuário o menor reajuste possível, o Governo do Estado continuará subsidiando os custos com concessão, gestão, fiscalização, terminais integrados, estações de BRT, linhas alimentadoras, passe livre estudantil e ICMS do óleo diesel e dos ônibus novos, que correspondem a um aporte financeiro de R$ 253,5 milhões.

Caso a proposta do Grande Recife seja aprovada, a tarifa da RMR será a mais barata do país, entre as que já foram reajustadas, e a sexta levando em consideração os valores vigentes. Dessa forma, o Anel passará de R$ 3,20 para R$ 3,45; o B, de R$ 4,40 para R$ 4,70; e o G, de R$ 2,10 para R$ 2,25. Já o Anel D, cuja tarifa é R$ 3,45, deixará de existir e as quatro linhas que o compõem passarão a ter como tarifa o Anel A. É importante destacar que os valores acima estão arrendados, mas precisam ser validados pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Delegados de Pernambuco (Arpe) e passarão a valer a partir da 0h deste domingo (27/01).

Aulão de ritmos chega a Orla do Janga

Que a dança faz bem para o corpo e para a mente, todo mundo sabe! Pensando nisso, foi incluído no calendário do projeto “Viva Orla” o “Dançando com Thiago Sales”, um aulão de ritmos que faz “balançar os esqueletos” de quem passa pela Praça das Quatro Torres, no Janga. A estreia do aulão foi na noite desta terça-feira(21.01) em meio às nuvens e a beleza da lua cheia.

A costureira Luciene Silva aprovou a ação. “Essa foi a melhor coisa que aconteceu aqui na orla, a dança nos ajuda a sair do sedentarismo, melhorando o nosso alto astral e a nossa saúde”, concluiu.

A comerciante Márcia Bauer destacou a importância da dança para a sua vida. “A dança, para mim, é o exercício do corpo e da mente, além de um estilo de vida. Eu adorei essa aula e acho que deveria ocorrer mais vezes”, frisou.

Segundo o professor Thiago Sales, a aula reúne coreografias de dança e zumba, que são muito utilizadas em academias. As coreografias contribuem para a perca de calorias e na melhoria da qualidade de vida, visto que a dança trabalha toda a expressão corporal e muscular, dando uma maior sensação de prazer.

O Viva Orla é uma ação integrada que reúne diversos serviços das secretarias municipais num só lugar em prol da população. A Orla do Janga foi o local escolhido para receber as atividades do projeto, que visa aproximar o poder público do cidadão. As atividades, que acontecem em vários horários do dia, seguem até o dia 03 de fevereiro. Toda a programação pode ser conferida no site institucional do município, no www.paulista.pe.gov.br.

22 de janeiro de 2019

Uma família de jabutis, dois papagaios e uma coruja são entregues à CPRH

Um casal de jabutis-piranga, com pelo menos 50 anos de idade, e seus três filhos, de aproximadamente quatro anos, são alguns dos novos animais silvestres que passarão por reabilitação no Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), antes de serem finalmente devolvidos à natureza. Apelidado de Romeu e Julieta, o casal de jabutis, com a prole, foi entregue voluntariamente à CPRH nesta terça (22). Também voluntariamente, foram entregues dois papagaios e uma coruja.

Os jabutis (Chelonoidis carbonarius) foram levados à CPRH pela publicitária Cibele Ferreira das Neves, moradora de Jardim São Paulo, Zona Oeste do Recife. Ela disse ter recebido o casal de quelônios há dez anos, de um idoso que, à época, revelou que cuidada dos mesmos já há quatro décadas. Se apegou aos jabutis, que batizou de Romeu e Julieta, e cuidou dos mesmos no quintal de sua residência. Há aproximadamente quatro anos vieram os filhos. Agora, resolveu fazer a entrega voluntária para que os animais possam conviver com outros da espécie.

Outras duas entregas voluntárias foram de um papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva), que era criado pela aposentada Maria das Neves Viana há 25 anos, em Olinda, e de um papagaio-do-mangue (Amazona amazônica), criado há 15 anos pelo senhor Joel Gomes de Souza, morador do Conjunto Praia do Janga, em Paulista. Ambos também resolveram que o melhor seria que os animais interagissem com outros da espécie. Joel Gomes fez a entrega na sede da CPRH, em Casa Forte, e Maria das Neves levou Fred – como ela chamava o papagaio-verdadeiro – ao Cetas, no bairro da Guabiraba, Zona Norte do Recife. “O coração ficou bem apertadinho, mas sei que foi o melhor para ele”, disse a aposentada.

A coruja-buraqueira (Athene cunicularia), por sua vez, foi cuidada por uma proprietária de uma casa de veraneio na praia de Carneiros, no município de Tamandaré, após se chocar na parede do imóvel. A família trouxe a ave para o Recife e acionou uma equipe da Trilogiabio, que fez o resgate e entregou a coruja ao setor de fauna da CPRH.

Obra de pavimentação vai ampliar mobilidade no Centro do Paulista

Mais mobilidade no Centro do Paulista. É isso o que a pavimentação da Rua Adeílson João da Silva, também conhecida por Rua da Levada, vai garantir assim que ficar pronta. Com a obra, vai ficar mais fácil e rápido trafegar entre a área central da cidade e aos bairros do Nobre, Paratibe, Jardim Paulista e Arthur Lundgren I. Nesta terça-feira (22.01), o prefeito do Paulista, Junior Matuto, visitou a localidade para dar a notícia à população. O vereador  Eudes Farias, agradeceu ao gestor pelo requerimento atendido.

“Essa é mais uma grande obra de mobilidade que vamos executar. Nosso intuito é oferecer cada vez mais tranquilidade às pessoas que frequentam o Centro. Essa via, por exemplo, já estava no nosso planejamento desde a obra da dragagem do Rio Paratibe. Mas quis o destino que ela fosse executada agora. O bom é que ela será tocada por um ente privado, graças a uma medida de compensação, o que vai reduzir a burocracia”, revelou Junior Matuto.

A pavimentação da via faz parte de uma parceria entre a Prefeitura do Paulista e a Carrilho. A instituição privada, que está executando o Empreendimento Aurora, também no Centro, ficará responsável pelo serviço. Serapião Bispo, que representa a Carrilho, participou do evento e falou sobre a obra. “É bem verdade que uma intervenção desse porte pode trazer algum incômodo para a população, mas os benefícios serão permanentes. Vamos trabalhar para executar uma obra de qualidade e num curto espaço de tempo”, disse.

A moradora Maria das Graças Figueroa, 53 anos, fez questão de participar do evento. Ela disse que já havia perdido a esperança de ver a via pavimentada. “Eu confesso que não acreditava mais que essa rua saísse do papel como vai acontecer. Hoje, nós temos certeza que a rua será pavimentada. Queremos agradecer ao prefeito e a equipe por essa realização”, disse. A comerciante Gerusa Maria da Silva, que reside na via e possui um restaurante há mais de 30 anos, foi além. “Agora minha clientela não vai mais reclamar da poeira e da lama. Estou muito, muito feliz. Tudo vai melhorar”, frisou.

Presente ao evento, o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação do Paulista, Robertinho Couto, convocou a população para fiscalizar a obra. “Os moradores sabem o quanto é importante que esse serviço seja de primeira. Então o que temos o que fazer é fiscalizar a execução, verificar se o material empregado é de boa qualidade, e evitar que pessoas de fora possam levar o que é da obra. Assim, logo logo estaremos aqui de volta para comemorar com vocês a realização de mais essa grande intervenção”, assegurou.

A obra da Rua da Levada vai contemplar os 500 metros da via com asfalto, sistema de drenagem e passeios com acessibilidade. A expectativa é de que o serviço fique pronto entre 120 a 180 dias. O trabalho no local só começa na próxima semana.

Em solenidade prestigiada e otimista, Odacy Amorim assume a presidência do IPA

Sertanejo de Petrolina, com história de vida ligada à agricultura familiar e com o desejo de construir melhorias para o segmento, o ex deputado estadual Odacy Amorim tomou posse, hoje (22), como presidente do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), em prestigiada solenidade no Auditório Ruy Carlos do Rego Barros, na sede do órgão, no Recife, com a presença de vários prefeitos, deputados estaduais e federais, representantes de entidades de classe e sociedade civil, entre outros.

Em discurso para o auditório lotado, Odacy falou de sua história de vida ligada ao campo e ressaltou a importância do IPA para a agricultura pernambucana, com mais de 80 anos de tradição prestando serviços ligados diretamente à Extensão Rural, fundamental para o desenvolvimento da agricultura familiar; à Pesquisa, que ao longo dos anos vem apresentando trabalhos e estudos que mudaram a realidade encontrada em campo, com variedades de hortaliças e frutas mais resistentes às pragas, por exemplo, assim como melhoramento genético de animais, sem falar nas ações relativas à infraestrutura hídrica desenvolvida pelo órgão.

“Tô chegando ao IPA para somar, para caminharmos todos juntos, num trabalho conjunto – entre todos os órgãos vinculados – que tragam benefícios às famílias de agricultores, mas também aos profissionais da casa, tão fundamentais para construção dessa história”, disse, completando que, em sua gestão, olhará por todas as regiões do Estado. “Da Zona da Mata, passando pelo Agreste e indo até o Sertão, trabalharemos por todos”, disse. Odacy ainda citou a ideia de criar um grupo de trabalho entre IPA e deputados, por exemplo, para que seja feito o acompanhamento de emendas parlamentares que visem à construção de ações e projetos de benfeitoria para o setor.

Presente ao encontro, o Secretário de Desenvolvimento Agrário, Dílson Peixoto, celebrou a chegada de Odacy ao IPA, reforçando o discurso de promover um trabalho integrado entre Secretaria e órgãos vinculados para melhorar a vida no campo, com ações e projetos inovadores, além de reforçar os já existentes – um desejo pessoal do governador Paulo Câmara. A posse do ex deputado foi celebrada também pelos deputados Carlos Veras, Tereza Leitão, Gonzaga Patriota, Doriel Barros, que, em seus discursos, ressaltaram a capacidade de Odacy em ser agregador, fiel aos compromissos e desejos, além de sua história de vida ligada à agricultura familiar, discurso compartilhado pela prefeita de Surubim, Ana Célia, que representou todos os chefes de executivo municipal presentes.

Da ex presidente do IPA, Nedja Moura, que fez discurso emocionado de despedida, Odacy recebeu o desejo de um trabalho exitoso à frente do Instituto. Compareçam ao ato, entre outros, as deputadas estaduais Dulcicleide Amorim, Simone Santana; deputados Francismar, Fabrizio Ferraz, João Paulo; além de prefeitos de vários municípios, secretários municipais, representantes de entidades de classe, como a Fetape, por exemplo. Solenidade lotou o auditório da instituição marcando, assim, o começo de um novo tempo para o IPA.

Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) realiza exames para o diagnóstico de DSTs

A Secretaria de Saúde do Paulista tem investido cada vez em serviços que são essenciais para a população. O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), localizado na Vila Torres Galvão, desenvolve um trabalho que se norteia pela estratégia da prevenção, disponibilizando testes rápidos para HIV (diagnóstico), Sífilis e Hepatites B e C (triagem). 


A importância desse centro, segundo Guilherme Brito, coordenador do CTA, é justamente pelo trabalho que ele desenvolve. “Temos notado que muitas pessoas estão deixando de usar a camisinha, provocando um crescimento nos números de casos das Doenças Sexualmente Transmissíveis. É isso que reforça a importância da realização dos testes e exames disponibilizados no CTA”, frisou. 

Além de oferecer os diversos serviços, o Centro de Testagem e Aconselhamento também oferecem aconselhamento de Infecções Sexualmente Transmissíveis, distribuição de preservativos masculinos, femininos e gel lubrificante, realizações de testagem e palestras de orientação sobre IST/AIDS/HIV em unidades de saúde, CAPS, indústrias e CRAS.

A gestão continua ampliando a equipe, que é composta por profissionais capacitados em aconselhamento em HIV e Infecções Sexualmente Transmissíveis, técnicos de laboratório e biomédica. “Estamos trabalhando no treinamento e na descentralização da testagem rápida, para que a população não precise sair do sei bairro para o diagnóstico”, comentou o coordenador do CTA, Guilherme Brito.

O exame para descoberta do HIV, Sífilis e Hepatites B e C, é feito no próprio CTA, sendo necessário apenas um furinho no dedo e em aproximadamente 30 minutos o usuário já fica sabendo do diagnostico. A faixa etária para realização do procedimento é a partir dos 18 meses de idade, adolescentes e crianças até 13 anos, necessitarão da presença de um responsável ou autorização judicial.

DESAFIO – A meta ao longo do ano, é reduzir a incidência da infecção pelo HIV, Hepatites Virais e por outras ISTs, melhora da qualidade de vida das pessoas vivendo com HIV/AIDS E Sífilis, promover os direitos individuais e sociais das pessoas que vivem com essas doenças, garantir a assistência multiprofissional, o diagnóstico, o tratamento e o acompanhamento laboratorial as pessoas com IST/HIV/Aids, bem como o apoio psicossocial às PVHA.

Nova diretoria da Subseccional de Paulista toma posse

A noite desta segunda-feira (21) foi marcada pela posse da nova diretoria da subseccional da OAB PE de Paulista, na Região Metropolitana. Na solenidade, que aconteceu na Câmara de Vereadores do município vizinho de Igarassu, foram diplomados o presidente, Luiz Antônio, a vice-presidente, Waldilene dos Santos Silva, o secretário-geral, Alisson Tavares, do secretário-geral adjunto, José Farias Castor, e da diretora tesoureira, Niedja Mônica da Silva. Os conselheiros subseccionais também tomaram posse. A subseccional de Paulista engloba também os municípios de Abreu e Lima, Igarassu, Itapissuma e Itamaracá.


A cerimônia contou com a presença do presidente da OAB Pernambuco, Bruno Baptista, que entregou aos novos dirigentes da subseccional o diploma do mandato da gestão 2019-2021. Em seu discurso, Bruno Baptista ressaltou a importância da OAB estar mais próxima dos advogados: “É um compromisso meu de campanha e que agora, na presidência, vou reforçá-lo”, disse.

O novo presidente da subseccional agradeceu o apoio do presidente Bruno Baptista e reforçou o comprometimento em contribuir com a instituição e com o fortalecimento da advocacia.

Além de Bruno Baptista, participaram da posse solene a vice-presidente da OAB PE, Ingrid Zanella, a secretária-geral, Ana Luiza Mousinho, o presidente da Caape, Fernando Ribeiro Lins, diretor-geral da ESA, Mário Guimarães, e os secretários municipais do Paulista, Francisco Padilha e Robertinho Couto.

Infrações por alcoolemia caem pela metade em Pernambuco

Após completar sete anos como política de Saúde Pública do Governo de Pernambuco, a Operação Lei Seca (OLS) encerrou o ano de 2018 com o maior número de abordagens a motoristas e motociclistas desde que iniciou as fiscalizações, em dezembro de 2011. Durante todo o ano passado, mais de 440 mil pessoas foram paradas nas blitze instaladas em todo território pernambucano - um aumento de 75,6% na comparação com 2012, quando foram 251 mil abordagens.



Em contrapartida, mesmo com o aumento progressivo das abordagens, ano a ano, e de maneira inversamente proporcional, as notificações por alcoolemia (quando há a constatação do consumo de bebida alcoólica, crimes de trânsito ou a recusa ao teste do bafômetro), caíram pela metade no Estado, contabilizando 4,3 mil no ano passado (944 constatações do uso de álcool, 105 crimes e 3,2 mil recusas ao teste do bafômetro) contra mais de 8,6 mil em 2012.

As notificações por alcoolemia já chegaram a representar 3,43% do total das abordagens das blitze da Operação Lei Seca no ano de 2012. Entre 2013 e 2017, a média foi de 1,6%. Já em 2018, o percentual destas infrações ficou em 0,97% - o menor índice desde o início das fiscalizações comandadas pela Secretaria Estadual de Saúde. A notificação de crimes de trânsito, quando o motorista é flagrado dirigindo sob a influência de álcool com concentração superior ao estabelecido pela legislação (0,33 miligramas de álcool por litro de ar) alcançou 473 casos em 2012. Ao final de 2018, também foi registrado o menor número destes crimes desde a implantação da Operação, com 105 ocorrências – uma redução de 78%. A quantidade de recusas ao teste do bafômetro também mostra uma diminuição ao longo de todo o período e é reflexo da mudança de hábitos que as ações de educação e fiscalização da OLS vêm promovendo na população. Em 2012, mais de 7 mil condutores recusaram fazer o teste. Já em todo o ano passado foram apenas 3,2 mil – uma redução de 53,8%.


"A OLS foi criada como estratégia para o enfrentamento aos acidentes de trânsito e para salvar vidas. Uma análise histórica dos números nos permite avaliar a mudança de comportamento dos condutores sobre o hábito de beber e dirigir, seja pela quantidade geral das autuações por alcoolemia, seja especificamente por cada uma delas. Ano a ano, seguidamente estamos batemos a meta de superar o número de condutores abordados e podemos verificar que há uma diminuição das notificações pelo uso da bebida alcoólica e o percentual de multas por alcoolemia está sempre em queda, mostrando que os condutores estão cada vez mais conscientes do papel que desempenham enquanto cidadãos e da responsabilidade de garantir um trânsito seguro", pontua o coordenador da OLS em Pernambuco, Fábio Bagetti.
Olha aí criançada, aproveite essas férias para ir a cinesystem do Paulista North Way Shopping e ganhar presente dos Pais. Tá esperando o quê? Corre e pede logo o seu! 


Ação de conscientização ambiental dentro da programação do projeto Viva Orla

O programa Viva Orla segue com sua programação e, nesta quarta-feira (23.01), promove a ação de conscientização ambiental chamada “Praia Limpa”. Monitores treinados estarão por toda Orla do Janga, das 08h às 12h, distribuindo sacos plásticos aos banhistas e turistas que circulam pela praia para chamar a atenção da importância do cuidado com o meio ambiente. Na ocasião, as artes educadoras do projeto também vão entregar pulseiras coloridas a garotada para facilitar a identificação delas ao longo da faixa de areia. 

O Viva Orla é uma ação integrada que reúne diversos serviços das secretarias municipais num só lugar em prol da população. A Orla do Janga foi o local escolhido para receber as atividades do projeto, que visa aproximar o poder público do cidadão. As atividades, que acontecem em vários horários do dia, seguem até o dia 03 de fevereiro. Toda a programação pode ser conferida no site institucional do município:www.paulista.pe.gov.br.

Projeto estende Simples Nacional a profissionais de TI

Foto/Léo Caldas
Um projeto de lei complementar do Senado (PLS 220/2018) permite que profissionais de tecnologia da informação (TI) atuem como Microempreendedores Individuais (MEIs). Com a medida, eles podem recolher impostos e contribuições abrangidos pelo Simples Nacional em valores fixos mensais.


A matéria foi apresentada em 2017 por meio do Portal e-Cidadania. A ideia do cidadão Marcelo Barros, de São Paulo, recebeu 21 mil apoiamentos pela internet e foi transformada em uma sugestão legislativa (SUG 29/2017). Aprovado pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), o texto passou a tramitar como PLS 220/2018 e aguarda a designação de um relator na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

O autor da ideia legislativa argumenta que programadores, web designers, desenvolvedores de sistemas e outros profissionais de TI atuam informalmente como freelancers, sem proteção trabalhista. “Desenvolvedores podem trabalhar individualmente sem vínculo empregatício direto com o contratante, mas muitas vezes não dispõem de recursos para abrir empresa nas categorias convencionais”, destaca Marcelo Barros.

De acordo com o texto aprovado pela CDH, o Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN) deve determinar as atividades autorizadas a optar pelo sistema de tributação para “evitar a fragilização das relações de trabalho”. O PLS 220/2018 detalha quais atividades poderiam ser exercidas por MEIs. Entre elas, elaboração de programas de computadores, inclusive jogos eletrônicos; licenciamento ou cessão de direito de uso de programas de computação; planejamento, confecção, manutenção e atualização de páginas eletrônicas; suporte, análises técnicas e tecnológicas e design.

Fonte/ Agência Senado

Projeto acaba com direito de presos ao banho de sol

O Projeto de Lei 10825/18 altera a Lei de Execução Penal (7.210/84) para acabar com o direito de presos ao banho de sol e à recreação. Segundo a proposta, o condenado permanecerá na cela o tempo todo, admitindo-se sua saída apenas para o trabalho ou para receber assistência prevista em lei (material, à saúde, jurídica, educacional, social ou religiosa).


Autor da proposta, o deputado Delegado Waldir (PSL-GO) considera que o horário do banho de sol e de recreação é utilizado pelos presos para acertos de contas, homicídios e fugas.

“Não vedamos a exposição ao sol para o condenado que esteja trabalhando. O que não se admite é que o condenado passe todo o dia jogando futebol, praticando atividades recreativas, enquanto o cidadão cumpridor das leis tem que trabalhar o dia inteiro para pagar o ócio dos condenados”, diz o deputado.

Ele ressalta que a atual legislação já obriga condenados à pena privativa de liberdade a trabalhar, mas lembra que esse tipo de trabalho ainda é uma situação excepcional em presídios brasileiros. “O Estado procura, muitas vezes, compensar a omissão em relação às vagas para o trabalho com dias de recreação, banhos de sol e lazer”, sustenta.

Redução de pena
De acordo com a Lei de Execução Penal, condenados que trabalhem ou estudem têm direito à redução de pena. O perdão por meio do trabalho garante 1 dia a menos de pena a cada 3 dias de trabalho. No caso do estudo, o condenado pode reduzir 1 dia de pena a cada 12 horas de frequência escolar.

Há ainda a possibilidade de perdão de pena por meio da leitura. Esse caso ainda não está previsto na Lei de Execução Penal, mas consta em recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Segundo a Recomendação 44/13, o preso tem até 30 dias para a leitura de uma obra, devendo apresentar, ao final do período, uma resenha a ser avaliada. Cada obra lida permite a redução de 4 dias de pena, com o limite de 12 obras por ano, ou seja, no máximo 48 dias de remição por leitura a cada 12 meses.

Tramitação
O projeto será analisado em caráter conclusivopelas comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados.

Fonte/ Portal da Camara

Diretoria da CDL/Paulista conhecem novo plano de requalificação do Centro do Paulista

Em visita à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Paulista, o Presidente da CDL local e vice-presidente da FCDL - PE, Sr. Raimundo Lopes, acompanhado do seu vice-presidente Alberto Lucena foram recebidos pelo Secretário Executivo daquela pasta, Paulo Marenga, que fez aos visitantes uma explanação dos novos e importantes investimentos que vêm sendo feitos no âmbito do Município. Foi apresentado aos visitantes o projeto para requalificação total da Rua Siqueira Campos que a transformará definitivamente em um calçadão com 270 metros de extensão.

O projeto contempla piso drenante do tipo intertravado, calçadas e via no mesmo nível, a calçada do lado elevado terá um nível único e suaves rampas acessíveis, corrimões em aço inoxidável, áreas de estar para descanso dos transeuntes e farta arborização em toda extensão da via, com predominância para os ipês.

Quando concluída a requalificação, a Rua Siqueira Campos será integrada à Praça Agamenon Magalhães, sem que o pedestre atravesse a rua, já que o tráfego de veículos será desviado e terá novo traçado. A praça também será objeto de novo tratamento paisagístico e urbanístico, com a sua total requalificação para o novo urbanismo que a Administração Municipal pretende para a cidade do Paulista.

Os visitantes tiveram a oportunidade de conhecer a equipe técnica da Secretaria, que a partir de estudos exaustivos dos problemas e desafios daquela importante via de comércio da cidade, elaborou um projeto moderno que atende não só à nova estética que se pretende para aquela rua como, sobretudo aos lojistas daquela importante via de comércio e às milhares de pessoas que por ela circulam diariamente.

21 de janeiro de 2019

Sisu abre inscrição; em Pernambuco, há mais de 13 mil vagas

Foto: reprodução SISU
Os candidatos já podem fazer a inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) deste ano. As inscrições foram abertas à 0h (horário de Brasília) desta terça-feira (22) e seguem até a próxima sexta-feira (25). Em Pernambuco, há mais de 13 mil vagas distribuídas em instituições públicas federais e estadual.


É por meio do sistema que os feras podem utilizar a nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para ingressarem nas instituições de ensino superior. São ofertadas vagas nas universidades públicas federais e estaduais. O resultado final será divulgado no dia 28 de janeiro e o candidato terá do dia 30 ao dia 4 de fevereiro para realizar a matrícula nas instituições. A principal novidade deste ano é que os estudantes selecionados em qualquer uma das duas opções de curso não poderão participar da lista de espera - que vai do dia 28 de janeiro ao dia 4 de fevereiro.

Nesta edição, são mais de 235,4 mil vagas distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país. Logo na inscrição é possível escolher até duas opções de cursos. A lista das vagas pode ser consultada no site do programa. Com o resultado do Enem disponível desde a última sexta-feira (18), o analista de ensino superior do Quero Bolsa, Pedro Amâncio, aconselha os candidatos a pesquisar desde já as notas de corte de anos anteriores do curso e da instituição onde desejam ingressar. Além disso, devem analisar se têm possibilidade de estudar em outra cidade, qual o custo de vida e quais as possibilidades de emprego que esse local pode oferecer após formado.


“São várias as variáveis que os alunos têm que olhar na hora da decisão. Acredito que vale a pena olhar para as possibilidades e simulações que a internet proporciona”, diz Amâncio. Ele orienta os estudantes a escolherem como primeira opção uma faculdade dos sonhos e, como segunda, uma em que seja possível ingressar.

Pernambuco
Em Pernambuco, há 13.862 vagas no Sisu. A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) ofertará 6.972 vagas no Sisu, sendo 5.522 no Campus Recife, 1.020 no Centro Acadêmico do Agreste (Campus Caruaru). Já a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) divulgou que oferecerá 3.980 vagas para os 1º e 2º semestres letivos. Serão 2.100 vagas no campus Dois Irmãos. 

O Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) divulgou que oferecerá 350 vagas no sistema. Já na Universidade de Pernambuco (UPE) serão 1.730 vagas nos polos do Recife, Camaragibe, Serra Talhada, Arcoverde, Garanhuns, Caruaru, Nazaré da Mata, Petrolina, Salgueiro e Palmares. A Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) disponibiliza 830 vagas distribuídas nos três campi no Sertão de Pernambuco.

Fonte/Folha de Pernambuco

Perseguição Policial acaba com acidente em Jardim Maranguape

Na noite desta segunda-feira (21) uma perseguição policial ocorreu que teve início na rodovia PEP15, acabou em acidente na avenida Brasil em Jardim Maranguape no Paulista. Moradores relatam que muitos tiros foram disparados durante troca de tiros entre policiais militares e homens que estavam em veículo da cor branca. Em instantes mais informações.

Campanha de prevenção e combate à hanseníase

“Foi através da palestra de hoje que atentei em trazer minha mãe para ser avaliada. Se eu não tivesse vindo, não teria como saber se as manchas dela podiam ser Hanseníase, pois, a levei par médicos geriatras outras vezes, mas eles não me davam um diagnóstico. Diante do que foi dito aqui, pensei que as manchas vermelhas que apareceram na minha mãe poderiam ser a doença”. Esse é o relato de dona Irene Barbosa, 69 anos, que nesta segunda-feira (21.01), foi para a ação da Secretaria de Saúde do Paulista, na Paróquia Nossa Senhora do Ó, em Pau Amarelo. A iniciativa teve por objetivo prevenir, identificar lesões suspeitas e diagnosticar casos da doença.


Por ter 104 anos e dificuldade de se movimentar, o atendimento de Severina Bezerra, a mãe de dona Irene, foi realizado dentro do carro da família. No local, a equipe médica analisou a idosa e fez o teste de sensibilidade nas manchas. Após o procedimento foi constatado o caso de hanseníase multibacilar.

A coordenadora do Programa de Hanseníase do Paulista, Emanuele Alencar, explicou o caso. “A filha veio para o atendimento e relatou essas lesões na idosa, então sugerimos que ela trouxesse a mãe dela para que o diagnóstico pudesse ser feito. As lesões são bem características e ficou fechado o diagnóstico de hanseníase multibacilar, que é um tipo que já transmite”, frisou.

Emanuele ainda comentou o procedimento que será feito após esse diagnóstico. “Primeiro daremos início ao tratamento para que ela pare de transmitir, o tratamento a princípio será de um ano, mas em 15 dias a doença já para de ser transmitida. Também faremos a avaliação das pessoas que tem contato direto com a dona Severina, para que possamos quebrar a cadeia de transmissão. Neste caso dela, tivemos até sorte, pois dos quatro contatos, três já estão aqui e serão avaliados pela dermatologista, a outra pessoa que não pode vir será avaliada em outro momento e assim fecharemos o ciclo da família”, destacou.

A hanseníase afeta a pele e os nervos periféricos e é transmitida por uma pessoa que ainda não começou o tratamento através da fala, tosse ou espirro. Além das manchas esbranquiçadas, amarronzadas e até caroços com alterações de sensibilidade à dor, frio calor e tato, as dores nos nervos dos braços e das pernas, e a sensação de formigamento nos nervos periféricos são sinais da doença.

A atividade foi realizada em alusão a mês de combate mundial à Hanseniase, que ocorre no mês de Janeiro. A iniciativa aconteceu em parceria com a Coordenação Estadual de Hanseníase, o Centro Social da Mirueira, com Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase e a Paróquia Nossa Senhora do Ó.

ONDE PROCURAR AJUDA - O diagnóstico, tratamento e reabilitação para hanseníase por demanda espontânea são feitos na Unidade de Saúde da Família, nas Unidades Básicas de Saúde, e em Policlínicas municipais. Além desses locais, o Hospital Geral Otávio de Freitas, o Hospital Geral da Mirueira e o IMIP fazem o diagnóstico através de encaminhamento.

Prefeitura promove aulão de dança na Orla do Janga

A dança é um movimento que traz vários benefícios ao corpo. Pensando nisso, a Prefeitura do Paulista promove, nesta terça-feira (22.01), às 19h, um aulão de dança na Orla do Janga com o professor Thiago Sales. O evento, que é aberto ao público, acontece na Praça das Quatro Torres, na Av. Beira-mar. A atividade faz parte da programação do projeto “Viva Orla”.

A iniciativa é ideal para quem gosta de dançar e até mesmo àquelas pessoas que não sabem, mas querem aprender. O aulão com o professor Thiago Sales promete encantar um público com muitos ritmos musicais. Um deles é a Zumba, que envolve outros estilos, como: merengue, mambo, reggaeton, e brasilidades como o samba, funk e axé. 

VIVA ORLA - A ação integrada reúne diversos serviços das secretarias municipais num só lugar em prol da população. A Orla do Janga foi o local escolhido para receber as atividades do projeto, que visa aproximar o poder público do cidadão. As atividades, que acontecem em vários horários do dia, seguem até 03 de fevereiro.