.

.

17 de junho de 2016

Em Paulista, cultura e animação marcam final do 1º Festival de Dança na cidade

Teve forró, maracatu, dança de rua, balé clássico e muita animação no encerramento do 1º Festival de Dança do Paulista, que aconteceu nesta quinta-feira (16.06), no Cine Teatro Paulo freire, Centro. O evento, que foi repleto de cultura e ritmos para todos os gostos, agitou o público presente que vibrou a cada apresentação.

Durante a festa os 20 grupos de dança, que participaram do festival, durante todo o mês de maio, comemoraram com muita música e alegria o sucesso do evento. A ação contou com a participação de crianças e adolescentes, entre 07 e 17 anos, de escolas, associações e igrejas. No final da festividade todos receberam medalhas de participação.
Para a pequena Heloísa Sales, sete anos de idade, tamanho não é documento. Ela, que adora fazer aulas de balé, estava animada e ansiosa para subir logo ao palco. “Sempre fico muito contente quando tem apresentações do grupo. Gosto de dançar para as pessoas, é uma sensação mágica”, completou.

Já Renato Víctor, que também tem sete anos de idade, revelou que apesar da timidez ficou com vontade de participar do próximo festival. “Estou gostando bastante de estar aqui. Esse ano não dancei porque sou um pouco envergonhado. Mas agora, olhando de perto, fiquei com vontade de subir no palco também”, disse.

“É uma satisfação olhar para essas crianças e vê a alegria de cada uma. Sempre buscamos resgatar a dança e a música como forma de tirar essa garotada do ócio, além de levar cultura para todos eles de maneira divertida e saudável”, ressaltou a secretária de Políticas Sociais Esportes e Juventude do Paulista, Mércia Falconeri.

Com a realização do festival a Prefeitura pretende contribuir com a inclusão social de crianças e adolescentes através da dança, fortalecendo o resgate da cultura brasileira, bem como promover uma maior interação social e a difusão de saberes oriundos da cultura popular. A iniciativa faz parte de uma parceria entre a Prefeitura do Paulista e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude.

Nenhum comentário:

Postar um comentário