.

.

13 de julho de 2016

Merendeiras do Paulista participam de oficinas de boas práticas na preparação de alimentos

Merendeiras que trabalham na rede municipal do Paulista participaram na manhã desta quarta-feira (13.07), de uma formação continuada na Escola Municiipal Firmino da Veiga, no Centro. Promovida pela Secretaria de Educação, a iniciativa teve como objetivo orientar a categoria sobre boas maneiras de convivência no ambiente de trabalho e práticas de higiene no preparo das refeições oferecidas aos estudantes das unidades de ensino. Ao todo, 80 merendeiras participam da iniciativa.

Durante o encontro, uma equipe de Psicologia da Secretaria de Educação de Pernambuco transmitiu informações sobre técnicas que melhoram a relação interpessoal das profissionais com alunos e colegas de trabalho. Já a equipe de Nutrição do município deu recomendações a respeito de como manusear e tornar um prato atraente e saudável que desperte o interesse dos alunos. A qualificação segue até esta quinta-feira (14.07).

De acordo com Iolanda Andrade, economista doméstica da Secretaria Municipal de Educação, o curso visa ressaltar que as merendeiras também são educadoras no ambiente escolar. O papel delas é de grande importância porque são responsáveis pelos bons hábitos alimentares. “Uma profissional que trata bem as pessoas e faz o manuseio correto dos alimentos consegue convencer que a merenda é mais saudável para os alunos”, disse.

A merendeira Maria Lúcia Seabra, que trabalha, há dois anos, na Escola Municipal Zulima Pinho Alves, localizada em Jardim Paulista Baixo, disse que o curso é importante para o crescimento profissional.“Aqui aprendemos a estimular as crianças a se alimentarem bem. Mostrar aos alunos que preparamos as refeições com amor e carinho e com base nas recomendações técnicas”, ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário