.

.

29 de julho de 2016

Paulista amplia programa de segurança e prepara guardas municipais para atuar com arma não letal

Destaque no enfrentamento à criminalidade no bairro de Maranguape I, o Programa Patrulha Cidadã será ampliado pela Prefeitura do Paulista. A novidade é que os guardas municipais que vão atuar na área comercial do Centro da cidade estão capacitados para usar armas não letais do tipo Spark. O dispositivo lança uma carga elétrica no alvo, impossibilitando uma reação imediata. A ideia é que a ferramenta seja usada pelos agentes do município – quando necessário – para reforçar o trabalho ostensivo realizado pelos policiais militares do 17º BPM no local. A iniciativa está sob a coordenação da Secretaria de Segurança Cidadã e Defesa Civil.


A parceria entre as instituições de segurança deve coibir delitos, como furtos, assaltos, depredação do patrimônio público e privado, além de homicídios. Em Maranguape I, por exemplo, a guarda municipal e a PM já conseguiu reduzir em quase 100% os casos de mortes violentas no bairro. Na área comercial do Centro da cidade, o trabalho será semelhante. Além de fazer rondas a pé e com motos ou viaturas, os agentes de segurança da prefeitura terão o apoio das câmeras do Centro Integrado de Monitoramento, que está presente em vários pontos, sendo observadas durante 24 horas. 

A ampliação do Patrulha Cidadã ainda possibilitou a criação do telefone 153. O novo canal de comunicação com os guardas municipais poderá ser usado por comerciantes, diretores de escolas, gerentes de unidades de saúde, e moradores gratuitamente, inclusive, por meio de celular. Possíveis arrombamentos em prédios públicos, depredações, ações delituosas em praças podem ser informadas pelo contato. A central, que funciona 24 horas, fará a triagem dos casos e acionará a PM, sempre que necessário. O serviço telefônico chega para somar. O cidadão continua contando com o 190 da polícia.

Para viabilizar a expansão do programa, a Secretaria de Segurança Cidadã e Defesa Civil investiu na formação de guardas municipais. Um grupo formado 21 membros da corporação recebeu treinamento teórico e prático para poder atuar na área comercial do Centro. O foco foi a prevenção do crime. A formação foi conduzida por funcionários da própria guarda, que é composta por 173 servidores.
Nesta sexta-feira (29.07), os participantes receberam os certificados pela conclusão do curso de 60 horas/aula. Na ocasião, o novo comandante da guarda, Josias Silva, também foi apresentado oficialmente. Funcionário de carreira, ele ficará encarregado de orientar as equipes do Patrulha Cidadã. A solenidade aconteceu no auditório da Secretaria de Cidadã e Defesa Civil, na área central da cidade.

Durante o evento, o titular da pasta, Manoel Alencar, parabenizou os formandos e destacou o empenho da gestão com a categoria. “O curso de formação foi muito importante para o crescimento de cada um. Não só pela possibilidade de poder usar a arma não letal, mas pelo fato do empoderamento da profissão. Sempre soube que a categoria podia colaborara ainda mais com a questão da segurança. Entendemos que a valorização da guarda se reflete no cuidado com a população – a grande joia do município”, comentou.

Presente a entrega dos certificados, o comandante da 2ª Companhia do 17º BPM, Sandro Mendes, destacou que a integração entre as forças policiais é a estratégia certa para enfrentar à criminalidade. “Quem conhece um pouco sobre segurança pública, sabe que o programa americano Tolerância Zero só conseguiu êxito graças ao envolvimento das prefeituras na questão da prevenção e repressão ao crime. E isso é que se vê em Paulista, com uma gestão inovadora e capaz de unir força em prol da segurança. Acredito que estamos vivendo um novo tempo na cidade”, elogiou. A solenidade ainda contou com a participação de outros representantes do 17º batalhão, entre eles, o jovem PM Leal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário