.

.

9 de agosto de 2016

Aprenda a economizar dinheiro se alimentando em casa e tendo controle no supermercado

Comer fora de casa está se revelando um hábito inviável para grande parte dos consumidores. O preço do Prato Feito, o famoso PF, companheiro do brasileiro na hora do almoço, subiu o dobro da inflação nos últimos 12 meses. Nesta época de alta nos preços dos alimentos fazer refeições no aconchego do lar se tornou uma boa opção para comer bem gastando menos.

A fim de que a mudança de hábito não se revele prejudicial para o orçamento, é preciso também aprender como economizar no supermercado. Algumas dicas simples podem resultar numa economia de até 30% na hora das compras. A dona de casa Luzinete da Silva, 75 anos, não dispensa uma boa promoção: “Não saio comprando qualquer produto em qualquer lugar. Faço pesquisa e levo o que está mais em conta”, disse.

Confira dicas para economizar na hora de preencher o carrinho:

1. Faça uma lista de compras - Elabore uma lista prévia do que é realmente necessário. Essa medida evita com que você compre itens supérfluos e tenha gastos acima do orçamento;

2. Defina seu limite – Estipule um valor máximo para gastar na sua compra. Ao atingir o limite que você fixou pare de comprar;

3. Organize a lista por seção do supermercado – Seja organizado já na lista de compras, agrupando produtos que ficam próximos, otimizando seu tempo, evitando compras por impulso;

4. Pesquise os preços – Faça uma pesquisa de preços antes de decidir onde vai fazer as compras. Se a família for grande, considere também comprar em atacadões e varejos;

5. Prefira comprar na segunda quinzena do mês – Nesse período há uma queda normal de vendas, e as empresas ficam mais propícias a fazer promoções;

6. Evite ir ao supermercado lotado e com fome – O excesso de gente pode gerar um falso senso de urgência no consumidor, e o faz comprar mais do que o necessário. Não entre no supermercado sem estar bem alimentado, a fome atrapalha na hora de calcular a quantidade de produtos que você realmente precisa;

7. Leve uma calculadora – Não esqueça a sua calculadora e confira com cuidado se os preços são bons para você. Considere a quantidade também;

8. Além do preço, avalie a qualidade – Nem sempre o mais caro é o melhor, e o mais barato é o pior. Às vezes não vale a pena optar pelo mais barato para economizar se o produto não for de qualidade;

9. Cheque a validade e aproveite ofertas – Ao adquirir produtos em promoções é necessário verificar os prazos de validade e as condições gerais da compra. Alguns lugares dão desconto em produtos próximos ao vencimento, pode ser uma boa opção se você for consumir logo; 

10. Evite fazer estoques - O consumidor deve evitar comprar grandes estoques. Além do risco de desperdício do item comprado, o dinheiro gasto em grandes compras em mercados poderia ser poupado ou economizado para outros fins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário