.

.

9 de agosto de 2016

Negociação de débito é intensificada para reduzir inadimplência

Negociar débito é a palavra de ordem na Companhia Pernambucana de Saneamento - Compesa. Para isso, uma nova sistemática de comunicação e relacionamento com o cliente está sendo adotada pela Companhia para reduzir a inadimplência da empresa, hoje em torno de 11%. Buscar o entendimento está sendo a estratégia escolhida pela Compesa para tentar recuperar R$ 25 milhões, de um total de 170 mil clientes residenciais. Para chegar a negociação, a Compesa está usando várias ferramentas de comunicação para avisar sobre a existência de débito. O primeiro recurso utilizado para evitar a suspensão do fornecimento de água ou negativação do cliente, é o envio de SMS (mensagem via celular) para comunicar ao cliente a respeito do atraso no pagamento da conta. Esta mensagem eletrônica é enviada no terceiro e no sétimo dia após o vencimento da conta.

Segundo o diretor Comercial e de Atendimento da Compesa, Eduardo Sabino, a intenção da empresa não é penalizar e nem perder o cliente, mas conscientizá-lo sobre a importância do pagamento em dia para que a companhia continue investindo na melhoria da prestação dos seus serviços. “O nosso lema é negociar os débitos, oferecendo condições especiais para pagamento à vista ou parcelado. Medidas como SPC/Serasa e corte são instrumentos usados em última estância, quando se esgotam todas as possibilidades de entendimento com o cliente”, observou Sabino.

Após o envio do SMS, no 12º dia de atraso, é feito um contato com o cliente por telefone para avisá-lo a respeito da conta em atraso. Três dias depois, no 15º dia sem a quitação da dívida, o cliente receberá uma comunicação via e-mail para que regularizasse sua situação junto à Compesa.

Se a dívida persistir até o 25º dia após o vencimento da conta, o cliente receberá um aviso de corte e uma notificação de negativação junto ao SPC/Serasa pelos Correios. Ao completar 60 dias de atraso, a Companhia efetuará o corte no fornecimento. 

Se a dívida prosseguir por mais de 60 dias será emitida uma cobrança extrajudicial para que o débito seja negociado junto à Justiça. “É importante que o cliente nos procure antecipadamente para negociar o seu débito para regularizar a sua situação. A Compesa não deseja este último recurso e por isso oferece várias oportunidades para a negociação. “O que queremos é manter uma boa relação com os nossos clientes, oferecendo todas as facilidades para mantê-los adimplentes”, ressalta Eduardo Sabino.

O cliente que estiver em atraso pode entrar em contato com o teleatendimento da Compesa através do telefone gratuito: 0800.081.0195 e negociar a sua dívida. Ele poderá ainda procurar uma das lojas de atendimento ao cliente espalhadas na Região Metropolitana do Recife e no Interior para fazer a negociação. O cliente pode acessar também a Loja Virtual da Compesa para negociar sua dívida. Basta acessar o site: www.compesa.com.br/loja e clicar no link referente à negociação de débitos. Uma boa alternativa para evitar atrasos no pagamento é aderir ao débito automático em conta. Neste caso, o cliente deverá procurar a agência bancária onde possui conta corrente, levar a fatura da conta e o seu CPF e fazer à adesão. Este cadastro de débito automático também pode ser feito via internet através do site do banco onde o cliente possui conta corrente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário