.

.

26 de novembro de 2016

Governo de Pernambuco fecha parceria com Reino Unido para fortalecer a saúde pública do Estado

Estado é o primeiro do Nordeste a firmar um acordo de cooperação técnica com o governo britânico no segmento

Avançar na prestação do serviço público de saúde no Estado. Foi com esse objetivo que o governador Paulo Câmara e o embaixador britânico no Brasil, Alex Ellis, assinaram, na manhã desta sexta-feira (25.11), no Palácio do Campo das Princesas, um acordo de cooperação técnica entre o Governo de Pernambuco e o Reino Unido nas áreas de telessaúde na atenção primária, saúde digital e sistemas de saúde. A parceria vai promover a troca de experiências entre a administração estadual e a potência europeia, permitindo o desenvolvimento de ações que vão elevar a qualidade do atendimento nas unidades da rede e a qualificação profissional. Pernambuco é o primeiro Estado nordestino a firmar uma parceria com os britânicos, referência em saúde pública no mundo.

“A saúde pública é o desafio de todo gestor brasileiro. Diante do cenário de dificuldade que o Brasil vivencia, nós temos que encontrar alternativas para vencer os obstáculos existentes e promover melhorias para o nosso povo", afirmou Paulo, destacando os avanços obtidos no Estado, nos últimos anos. "Elevamos o investimento para avançar na construção de hospitais, UPAs, UPAEs e outras estruturas que têm contribuindo para a prestação de um serviço cada vez mais melhor e mais descentralizado", frisou.

A troca de experiências com o Reino Unido fortalecerá ações já desenvolvidas na saúde pública pernambucana, com ênfase no cuidado materno-infantil e na cardiologia. As atividades compreenderão reuniões, seminários, conferências, palestras, oficinas, exposições, networking e visitas de campo.

Otimista com a formalização do termo de cooperação técnica com o governo pernambucano, o embaixador britânico afirmou que todos vão sair ganhando e que o seu País tem respeito pelo trabalho desenvolvido aqui no Estado. "O trabalho promovido em Pernambuco é sólido", registrou Ellis. O diplomata destacou a principal característica do pernambucano. "Vocês (pernambucanos) têm uma forte identidade com o Estado", completou. 

O secretário de Saúde, Iran Costa, explicou ainda que o acordo com os britânicos tem três eixos: assistência, reuniões administrativas e educacional. "Nós vamos atuar em áreas que são deficientes", disse o secretário, referindo-se ao trabalho que será desenvolvido. Para o auxiliar de Paulo Câmara, o trato vai beneficiar programas importantes como o Mãe Coruja Pernambucana. "Nós queremos ampliar a rede de atenção básica e ajudar os municípios nessa desafiadora tarefa", grifou. 

Também participaram deste ato o secretário de Desenvolvimento Econômico, Thiago Norões, e o cônsul geral do Reino Unido em Pernambuco, Graham Tidey. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário