.

.

Cinesytem

4 de novembro de 2016

Grupo Votorantim premia escolas no Paulista

Uma comemoração repleta de emoção e alegria para os colaboradores da Educação do Paulista, alunos da rede municipal e os parceiros da Votorantim. Nesta sexta-feira (04.11), pela manhã, no Senac de Jardim Paulista, o grupo realizou um encontro para comemorar o sucesso dos 10 anos da parceria da Secretaria de Educação de Paulista e do Projeto Votorantim pela Educação (PVE).

Durante o evento houve apresentação cultural dos alunos da Escola Dra Gelda Amorim, exposição de relatos sobre gestão educacional, retrospectiva do eixo gestão escolar, exibição do vídeo do projeto Criativos da Escola, que emocionou a todos que participaram do trabalho e acompanharam a realização de diversas mudanças positivas no cenário escolar. O encontro culminou com a premiação das escolas vencedoras do projeto.

A coordenadora do PVE em Paulista, Ângela Araújo, destacou a importância da parceria em beneficio da educação no município. “Essa união de forças resulta em um trabalho colaborativo e coletivo dentro da Secretaria de Educação e na rede de ensino. Finalizamos tudo isso com o saldo muito positivo”.

O projeto Criativos da Escola teve a proposta de promover soluções alternativas para problemas encontrados nas escolas. E o desafio era que o município apresentasse cinco projetos, e Paulista cumpriu o desafio. As escolas idealizadoras foram: Dra Gelda Amorim, Ministro Marcos Freire, Brigadeiro Aldo Pinho Alves, Firmino da Veiga e Manoel Gonçalves da Silva. A elaboração foi realizada pelos alunos e comunidade com a instrução dos diretores e professores.

Segundo o técnico em Gestão Ambiental da Votorantim, Diogo Erick, “os projetos foram todos pensados em prol do meio ambiente e a ação das escolas promoveu a mobilização social, e deixará um ótimo legado”. As escolas vencedoras foram: Dra Gelda Amorim, que montou uma oficina de transformação de óleo de cozinha em sabão, e Ministro Marcos Freire – responsável pela realização do projeto da Praça Ecoteca, onde numa área que os moradores colocavam lixo em frente à unidade de ensino os alunos transformaram em um local destinado à leitura.

Diretora da Escola Municipal Ministro Marcos Freire, Aparecida Souza, ressaltou que o projeto elevou a autoestima dos alunos e proporcionou a união da comunidade. “Estão todos comprometidos com a manutenção do lugar. Acabamos com o lixo na frente da escola e a ecoteca é um sucesso”, comentou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário