.

.

Cinesytem

29 de novembro de 2016

Ministro das Cidades, Bruno Araújo, abre Seminário Nacional Saneamento Sustentável, em Brasília

Roberto Tavares, presidente da Aesbe, deu início à cerimônia de abertura afirmando “Nós não apenas discutimos saneamento, nós fazemos o saneamento no dia a dia”. Entre diversos temas, ele falou sobre a fragilidade jurídica do setor, explicando que quando se vai ao judiciário para resolver certas questões é porque houve falha no arranjo do setor e é preciso rever esses pontos.

Opinião reafirmada pelo ministro das Cidades, Bruno Araújo. Para ele, o próprio tema, que abre o seminário, já elege em um dos temas, a discussão da legislação. “Precisa da segurança regulatória do setor, a possibilidade que possa ser concedido crédito, que o setor não dependa só de recursos do FGTS ou dos recursos gerais da União”, afirmou o ministro.

A mesa da cerimônia de abertura foi formada pelo ministro Bruno Araújo, pelos Presidentes da Aesbe, Roberto Tavares, da Caesb, Maurício Luduvice, da ANA, Vicente Andrew, da ABES, Roberval Tavares, e o vice-presidente da Aesbe Mounir Chaowiche, que levantou a necessidade de se tratar o saneamento também como um caso de saúde. Já o presidente da Caesb, Mauricio Luduvice falou sobre o tema atual da crise hídrica e disse que o brasiliense, que imaginava estar longe deste problema, agora está descobrindo que a água não é um recurso infinito.

Na manhã da desta terça-feira, dia 29, o Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, falou sobre "Segurança Hídrica".
O maior destaque foi dado a obra de Transposição do Rio São Francisco, pensada há mais de 100 anos e atualmente com 90% de execução.
O Ministro destacou a importância da integração do rio São Francisco com os sistemas que abastecem as cidades no Nordeste, especialmente a Adutora do Agreste, em Pernambuco, o Cinturão das Águas, no Ceará, Canal do Sertão, em Alagoas e a Vertente Litorânea, na Paraíba.

No painel seguinte, foi discutida a Gestão Compartilhada do Saneamento, abordando a competência dos Estados nas Regiões Metropolitanas, com o Deputado Federal João Paulo Papa. O papel das Agências Reguladoras contou com apresentação da Consultora Dilma Pena, ex Presidente da SABESP.

O evento continua com debates nesta quarta feira, com participação de Gesner Oliveira, Economista do ano em 2016, e com Professores Palestrantes do México e do Paraná.
"O evento ainda não terminou, mas já consideramos um sucesso. Tivemos mais de 150 pessoas que fazem o saneamento no dia a dia, discutindo temas extremamente relevantes. Contamos com a participação de dois Ministros de Estado e com técnicos de alto conhecimento técnico", avaliou o Presidente da AESBE e da COMPESA, Roberto Tavares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário