.

.

14 de dezembro de 2016

Projeto Atletas da Cidadania resgata jovens de Maranguape I em vulnerabilidade social

No semblante, a projeção de um novo olhar para a vida. Jovens que antes tinham o tempo consumido pelo ócio ou que estavam sem o norte da cidadania começam a ter uma visão de mundo politicamente correta. Meninas e meninos – num total de 90-, na faixa etária de 14 a 19 anos, matriculados na Escola de Referência em Ensino Médio (EREM) Arnaldo Carneiro Leão, em Maranguape I, finalizaram a participação no projeto Atletas da Cidadania. A iniciativa é coordenada pela Secretaria de Segurança Cidadã e Defesa Civil do Paulista numa parceria com o Governo Federal e tem o propósito de resgatar a juventude em situação de vulnerabilidade social. Um evento realizado, nesta quarta-feira (14.12), na Faculdade Joaquim Nabuco, área central da cidade, marcou a conclusão das atividades do projeto – que é pioneiro -, e a prestação anual de contas do Conselho Municipal de Segurança.

Por meio do projeto, a garotada teve a oportunidade de participar de atividades esportivas, ações de educação ambiental, noções sobre trânsito seguro, idiomas, aulas de cidadania e, sobretudo, acerca de prevenção às drogas. Os 90 participantes acompanharam aulas teóricas, através de audiovisual e artes visuais, como: grafitagem e pintura. Visitas guiadas a pontos turísticos do Estado também fizeram parte do elenco de oficinas.

“Diversos estudantes que estavam afastados voltaram a frequentar a escola. Observamos uma evolução no comportamento dos jovens, e os próprios pais admitiram que os filhos passaram a observar a educação com outro prisma e a pensar no voluntariado”, explicou a coordenadora do projeto Atletas da Cidadania, Ana Rossini.

Na avaliação do secretário de Segurança Cidadã e Defesa Civil, Manoel Alencar, o trabalho é uma ferramenta fundamental na prevenção e combate às drogas. Acreditamos que, após a conclusão do curso, esses jovens passarão a atuar como agentes multiplicadores na formação de cidadãos. Ações dessa natureza também são decisivas para reduzir a violência e contribuir com uma cidade melhor”, comentou.

Durante o evento alguns adolescentes assistidos pelo projeto encenaram uma peça teatral como resultado do trabalho desenvolvido em sala de aula. Na ocasião, os 32 membros do Conselho Municipal de Segurança receberam certificados de serviços prestados na formulação de políticas de segurança em 2016. Contemplado com o certificado, o advogado Rafael Odon disse que o maior desafio da sociedade é combater às drogas. “Elas estão nas escolas, nas esquinas. As drogas potencializam os homicídios”, comentou.

O projeto Atletas da Cidadania foi o primeiro passo de um conjunto de atividades voltadas à segurança na cidade. A próxima ação da prefeitura será a produção do Plano Municipal de Segurança. Em 2017 serão realizados fóruns nos bairros de Maranguape I, Maranguape II, Centro, Jardim Paulista Baixo e Paratibe, além das comunidades localizadas nas praias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário