.

.

12 de janeiro de 2017

Obra de esgoto no bairro da Boa Vista será concluída até 31 de janeiro



Em virtude da necessidade de desativar uma rede coletora de esgoto antiga e danificada nas ruas da Saudade e João Lira, situadas no bairro da Boa Vista, no Recife, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está executando na área uma obra para implantar 217 metros de novas tubulações e promover melhorias no fluxo do esgotamento sanitário da região. Para realizar a intervenção, iniciada no dia 28 de dezembro, foi preciso interditar parte das ruas e desviar o tráfego de veículos. O trabalho é feito em dois turnos e até o momento já foram assentados 40 metros de tubulações.

A obra está prevista para ser concluída dentro do prazo, no dia 31 de janeiro, mesmo diante de interferências encontradas pelas equipes na rede de drenagem das ruas, considerada atípica por apresentar dois metros de largura - normalmente essas galerias têm 80 cm de diâmetro - além da incidência alta de lençol freático. "A obra é complexa em função de dificuldades impostas por interferências da maré e do lençol freático. Aproveitamos para esclarecer que a água que escoa nessas duas ruas não é proveniente da rede de distribuição de água operada pela Compesa. A água percebida no local decorre de uma necessidade de rebaixamento do nível do lençol freático.", esclarece Conceição Pontes, gerente de Unidade de Negócios da Compesa.

Outro empecilho encontrado foram as reclamações feitas pelos moradores da área sobre o barulho provocado pela obra no turno da noite. Por este motivo, os serviços com o uso dos equipamentos, que geram ruídos, passaram a ser executados, diariamente, até às 22h e não mais durante as 24 horas planejadas inicialmente. Após às 22h, os trabalhos continuam, mas sem a utilização desses equipamentos. As equipes de Ação Social também foram acionadas para intermediar o diálogo com a população. A obra nas ruas da Saudade e João Lira é executada pela Odebrecht Ambiental, parceira da Compesa no Programa Cidade Saneada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário