.

.

26 de janeiro de 2017

Paulista, Olinda e Governo do Estado firmam convênios para ampliar duplicação da PE-01


O aditivo garante aporte de mais 1,7 milhão de reais em obra complementar que vai garantir fluidez no trânsito entre Paulista e Olinda, acabando as retenções na ponte do Janga

A obra de duplicação da Avenida Cláudio Gueiros Leite, conhecida como PE-01, que corta toda a orla do Paulista, está em fase de conclusão, faltando apenas duplicar a Ponte do Janga. Mas para garantir a fluidez do trânsito entre Paulista e Olinda, sem formar um gargalo na ponte, os prefeitos das duas cidades, Junior Matuto e Professor Lupércio firmaram um convênio de cooperação técnica para uma obra complementar ligando os dois municípios.

O convênio foi pactuado na sala do governador Paulo Câmara, que na oportunidade também assinou com Junior Matuto, um aditivo do contrato que deu inicio à obra na Av. Cláudio Gueiros Leite. Este aditivo garante um aporte de mais R$1,7 milhão, aumentando a metafísica do projeto inicial firmado em 2015 entre Prefeitura do Paulista e Governo do Estado, para a realização da obra.

O prefeito de Olinda comemorou a assinatura do convênio com Paulista e avaliou que essa deverá ser a primeira de várias parcerias que serão firmadas entre as duas gestões. “Graças a Deus que hoje está sendo assinado (o convênio), porque tinha tido uns probleminhas burocráticos, mas, na nossa gestão, conseguimos destravar esse problema que vinha se arrastando há alguns meses. O que a gente quer é engrossar o caldo com o prefeito Junior Matuto, que vem fazendo um trabalho importantíssimo para a cidade do Paulista. Essa grande parceria vai ficar na história de Olinda e Paulista”, disse Lupércio.

Na visão de Junior Matuto, todos serão beneficiados com essa iniciativa. “Ganha Paulista, ganha Olinda e automaticamente a região como um todo. E aí eu queria dar um destaque à compreensão e ao compromisso do governador com o povo da Região Metropolitana Norte, porque iniciamos um convênio para duplicar até a ponte, e hoje estamos emendando a duplicação da ponte com a Beira Mar de Olinda. Isso vai dar fluidez no trânsito e, automaticamente, qualidade de vida para as pessoas, além de potencializando nossas praias”, avaliou o prefeito.

Ao assinar o aditivo do contrato, Paulo Câmara disse que o projeto inicial da duplicação da PE01 e da Ponte do Janga já era muito importante, mas que hoje constatou que vai ficar melhor com a continuidade da obra. “Quando for feita esta nova via ligando Paulista a Olinda, vai melhorar o trânsito, a mobilidade. A gente sabe do momento fiscal que o estado vive, mas obras que possam melhorar a qualidade de vida das pessoas têm de ser prioridade. Então, a gente faz esse convenio com o município de Olinda e Paulista, para garantir o ir e vir das pessoas com mais tranquilidade”, afirmou Câmara. 

A DUPLICAÇÃO – Cerca de 50 mil veículos trafegam pela PE-01, sendo que nos finais de semana e feriados o fluxo fica ainda maior, chegando aos 70 mil carros, por causa do acesso às praias da cidade. As obras de duplicação da Av. Cláudio Gueiros Leite e da Ponte do Janga é resultado de um convênio com a Secretaria Estadual das Cidades, compreendendo a construção de uma nova ponte; a restauração da já existente; o alargamento das faixas de rolamento (duplicação) ao longo de 4,5 km da rodovia; a restauração da malha viária, além da instalação de sinalização e o remanejamento de rede elétrica.

Para se tornar viável – tendo em vista a atual conjuntura de recessão econômica e resolver 90% dos engarrafamentos – uma equipe da Prefeitura do Paulista realizou um estudo técnico que fracionou o projeto original, que contemplava todos os 14 km da extensão da via. Nesta primeira etapa, as obras já estão beneficiando um trecho compreendido entre a Ponte do Janga até a entrada do Conjunto Beira Mar, onde ocorrem as maiores retenções.

A intervenção viária já está em fase de conclusão e contempla os moradores de vários bairros ligados à rodovia, como Maria Farinha, Pau Amarelo, Loteamento Conceição, além do Janga – bairro mais populoso da cidade. A PE-01 e a Ponte do Janga foram construídas em 1974, quando a população do Paulista era de 70 mil habitantes. Hoje, com mais de 320 mil pessoas, o município aguardava pela obra, que foi elencada como meta prioritária pela gestão municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário