.

.

Cinesytem

21 de março de 2017

Cultura e aprendizado marcam o Dia do Contador de História no Paulista

Como é bom ouvir histórias legais e divertidas, né? Hoje, 20 de março, é comemorado o Dia do Contador de História, esse profissional tão importante para o desenvolvimento da criatividade. Pensando nisso, a prefeitura do Paulista preparou uma programação repleta de alegria e cultura para os alunos da Escola Municipal Gêlda Amorim, em Paratibe. Contação de histórias, peças teatrais, mostra de artes, entre outras atividades, fizeram parte da abertura do evento.

A iniciativa, que tem o intuito de manter aceso o interesse dos alunos pelo hábito da leitura e poesia, proporcionou aos estudantes muita diversão e interação com os poetas paulistenses que estiveram presentes no local. “ O momento hoje é de tamanha importância para nós poetas e para esses jovens estudantes que atualmente vivem tão presos e acostumados com a tecnologia e esquecem de ler. Queremos mostrar que leitura é uma coisa maravilhosa e que precisa ser estimulada sempre”, disse Eriberto Custódio.

A aluna Milca Nery, nove anos de idade, deixou todo mundo de boca aberta com sua desenvoltura ao ler um texto. “ Tenho o sonho de ser escritora ou médica. Quando leio, me sinto um pouco envergonhada no começo, mas logo depois boto a voz pra fora e toda timidez passa. Estou bastante feliz em poder participar desse evento e conhecer de perto esses artistas que são tão importantes para a nossa cultura”, ressaltou.

De acordo com Edenilza de Souza, diretora da escola, a gestão vai reforçar o trabalho de incentivo à leitura nas instituições durante todo o ano. “ Vamos fortalecer nosso trabalho com esses jovens dando continuidade aos nossos projetos. Temos a literatura infantil, produção de gibis, poesias, literatura de cordel, sonetos, além do estudo à biografia dos poetas da Academia de Letras do Paulista. Hoje, além do Dia do Contador de Histórias, estamos comemorando o Dia da Poesia, que foi em 14 de março”, completou.

Participaram do evento os poetas Eriberto Custódio, Egdar Alves, Lucélia Gomes, Ângela Paiva, Pollyanna Carlos e Lindalva Vanderlei. A programação segue até a noite desta segunda-feira (20.03), com muita leitura, poesia, atividades culturais e a presença do artista Amaro Poeta. Atualmente a escola Gêlda Amorim é palco do Projeto Paratibe Rio de Palavras, em parceria com o governo federal, onde os alunos realizam produções artísticas e contam histórias da comunidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário