.

.

20 de abril de 2017

Projeto para mulheres do Paulista realiza oficina de confecção de vassouras com garrafa PET

Encerrando mais uma etapa do programa Lugar de Mulher É na Qualificação Profissional, que é uma iniciativa da Secretaria Executiva de Políticas Para as Mulheres do Paulista, os grupos produtivos, que já passaram por diversos cursos, agora estão concluindo a oficina de produção de vassouras com garrafa PET.

“Os grupos que estão aqui tendo a aula prática já tiveram assessoria de negócios pra poder montar a sua própria fábrica. Hoje é o encerramento das aulas práticas. E é uma satisfação a gente poder produzir, porque isso é realmente dar vida à vida das mulheres”, declarou a secretária executiva da Mulher do Paulista, Bianca Pinho Alves.

Uma das participantes do projeto é Maria Aparecida, de 45 anos, que faz parte da Cooperativa PET Mulher. Ela contou que além desta etapa de trabalho com a garrafa pet, também já existe um projeto para vender essas vassouras e com isso, ajudar na renda familiar, sem contar que também é bom para o Meio Ambientem já que a ação inclui a reciclagem do que seria jogado fora.

“As pessoas ficam sabendo e ao invés de se desfazer, juntam em casa e fornecem a uma cooperativa como a nossa. Estamos entusiasmadas com essa ação da Secretaria da Mulher porque vai ajudar a gente a ganhar o nosso dinheiro. É muito importante termos a nossa independência financeira, e não ficar dependendo só do marido”,brincou. 

Somente na primeira etapa do programa, foram oferecidos oito cursos, entre eles, marcenaria, assentamento de cerâmica, confeitaria e eletricista de automóvel. Além disso, a fase inicial também contou com aulas teóricas e destacou temas como, orientação para negócios; empreendedorismo e geração de renda; desenvolvimento de equipe; contabilidade básica; qualidade do produto e plano de negócio.

Ao todo iniciativa está contemplando cerca de 200 mulheres que moram nos bairros de Artur Lundgren I, Fragoso, Janga, Chega Mais, Vila Torres Galvão, Paratibe, Conceição e Alameda, todas cadastradas na Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres do Paulista. Além destas, outras 100 mulheres formam grupos fabris nas áreas da costura – cama, mesa e banho e moda praia e lingerie; material de limpeza e higiene; e, por fim, utensílios domésticos através da reciclagem de garrafas pet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário