.

.

Cinesytem

31 de maio de 2017

Junior Matuto vai entregar ônibus e óculos aos bebês com microcefalia do Paulista

Com a preocupação de deixar claro que não se tratava de uma agenda politica, mas de um gesto de solidariedade, o Prefeito do Paulista Junior Matuto dedicou a manhã desta quarta-feira (31.05) para ouvir a necessidade das 18 mães dos bebês com microcefalia que são assistidas pela gestão desde o início de 2016, quando se cadastraram para receber cestas básicas e atendimento médico prioritário.

No encontro desta quarta-feira, em café da manhã na residência de Amanda Bárbara, mãe de Maria Victoria, uma bebê de um ano e sete meses, com microcefalia, no condomínio Nossa Senhora do Ò, em Pau Amarelo, Junior Matuto ouviu das mães o pedido de óculos especiais para corrigir os problemas de visão dos bebês e um ônibus para transportar mãe e filhos para as terapias necessárias ao desenvolvimento, como fisioterapia, fonoaudiologia e psicóloga para os bebes e para as mães.

A secretária de Saúde Fabiana Bernart adiantou que o ônibus será para o transporte exclusivo das mães e já está garantido, assim como os óculos. “Já tínhamos falado com o Prefeito que as mães sofrem muitas dificuldades de locomoção, já que são vários tratamentos para estimular e cuidar dos bebes. Hoje, o prefeito veio pessoalmente para dar esta boa notícia. Vamos entregar o ônibus e os óculos agora em Junho, dia 14. Quem já entregou a receita, também vai receber os óculos neste dia,” informou Fabiana.

Amanda Bárbara recebeu com entusiasmo a notícia de que vai contar com este transporte exclusivo. “É muito complicado ter que sair de casa tantas vezes na semana, tendo que carregar sacolas, sombrinha e Victória no colo. Este ônibus vai facilitar muito nossa vida de todas nós. Só temos que agradecer a Deus e a prefeitura,” falou Amanda.

Depois de reafirmar o compromisso em atender as demandas do grupo, o prefeito ouviu outro pedido. Elas também solicitaram que a gestão avalie a possibilidade de conveniar uma clinica de hidroterapia, que é um tratamento através de exercícios na água, para acelerar o desenvolvimento motor e intelectual dos bebês. “Nós temos que avaliar a questão legal deste convênio. Se for possível, a gente vai proporcionar sim, mais esse tratamento. Afinal, quando a gente olha a luta dessas mães guerreiras, mulheres ainda jovens que terão que renunciar diversas coisas em suas vidas para se dedicar exclusivamente aos seus filhos, a gente tem que agir com sensibilidade e fazer o que tiver ao nosso alcance, para ajudá-las,” adiantou Junior Matuto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário