.

.

18 de maio de 2017

Mães Guerreiras promoveram audiência pública na Câmara dos Vereadores do Paulista

Cerca de 40 mães participaram da audiência pública sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA), no auditório da Câmara dos Vereadores do Paulista. Realizada pelo presidente da Casa, vereador Fábio Barros, a audiência foi solicitada pela conselheira tutelar Lúcia Paula, na última audiência promovida no dia 31 de março.

O debate foi mediado pelo presidente da Câmara, Fábio Barros, e contou com a participação de dois secretários do município; Augusto Costa (Políticas Sociais, Esportes e Juventude) e Carlos Júnior (Educação). Além dos secretários, integraram à mesa, a presidente do Grupo Mães Guerreiras Nayane Nogueira, a professora da Faculdade Joaquim Nabuco Laudicéia Tomaz​ e a coordenadora de Educação Especial do município Bernadete Brandão.

De acordo com Fabio Barros, o próximo passo é fazer um relatório e encaminhar às secretarias de Educação e Saúde. O objetivo é avançar e identificar o que já existe de atendimento à criança autista nas escolas públicas municipais e nos serviços de saúde. “É a primeira vez que a Câmara faz um debate sobre o autismo”, disse.

Segundo Nogueira, alguns pontos da inclusão social foram debatidos. “Ainda falta muita coisa a acontecer no município, mas reparamos que há uma expectativa positiva da Secretaria de Educação do Paulista”, contou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário