.

.

20 de junho de 2017

Ossesio Silva alerta para maus-tratos contra idosos

Foto: Roberto Soares
Por ocasião do Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado no último dia 15 de junho, o deputado Bispo Ossesio Silva (PRB) chamou atenção, durante a Reunião Plenária desta segunda (19), para os maus-tratos cometidos contra esse segmento da população.

Ao registrar a data, o parlamentar destacou o perfil dos casos de agressão. Com base no Disque 100, do Ministério da Justiça, o deputado pontuou que, em sua maioria, os relatos tratam de negligência (77% das denúncias),violência psicológica (51%), abuso financeiro e econômico (38%) e violência física (26%). “Essa população muitas vezes tem sido negligenciada. Ter um dia voltado para a conscientização da violência contra a população idosa se torna de extrema relevância. Não são raros casos de idosos agredidos por cuidadores ou mesmo familiares”, enfatizou.

O parlamentar abordou, ainda, o progressivo envelhecimento dos brasileiros. Ele enfatizou a projeção do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de que a população idosa no País vai triplicar em 40 anos, passando de 19 milhões (10% do total), em 2010, para 66,5 milhões (29,3%) em 2050. E que Pernambuco, atualmente com 11% de cidadãos idosos, é um dos Estados mais envelhecidos do Brasil.

O deputado também citou dispositivos do Estatuto do Idoso para defender a efetivação, em especial, do que está previsto no Artigo 4º (“Nenhum idoso será objeto de qualquer tipo de negligência, discriminação, violência, crueldade ou opressão, e todo atentado aos seus direitos, por ação ou omissão, será punido na forma da lei”).

Também no Pequeno Expediente, Laura Gomes (PSB) endossou o discurso de Ossesio Silva. A deputada disse ter participado de audiência pública, nesta segunda, em Olinda, sobre a violência contra a pessoa idosa e citou o caso de uma instituição privada, fechada recentemente em Abreu e Lima por maus-tratos a idosos.

“Médicos e advogados mantinham aquelas pessoas em cárcere privado. É importante combater essa prática, que acontece longe dos olhares da pessoas. Todos temos de estar atentos”, emendou a parlamentar, que divulgou o Centro Integrado de Atenção e Prevenção à Violência contra a Pessoa Idosa (CIAPPI) do Governo do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário