.

.

Cinesytem

17 de julho de 2017

Prefeitura ganha prêmio nacional pela experiência exitosa com os programas Olhar Paulista e Remédio em Casa

O município do Paulista, na Região Metropolitana, ganhou destaque no XXXIII Congresso Nacional dos Secretários Municipais de Saúde pelos resultados alcançados por duas iniciativas governamentais. Criados na gestão do prefeito Junior Matuto (PSB), os programas Olhar Paulista e Remédio em Casa superaram mais de 300 trabalhos nacionais apresentados no evento, que aconteceu na última sexta-feira (14.07), em Brasília (DF), e contou com a participação de gestores de todas as regiões do País.

A experiência exitosa da Secretaria de Saúde com os programas foi um dos trunfos da gestão municipal para conseguir a premiação. O Olhar Paulista, que realiza exames oftalmológicos e disponibiliza óculos de grau aos estudantes da rede municipal com problemas na visão, e o Remédio em Casa, que faz a entrega de medicamentos de uso contínuo em domicílio, chamou a atenção dos organizadores do evento e dos demais secretários municipais. Eles foram premiados nas categorias Regulação do SUS e Gestão da Assistência Farmacêutica.

Para se ter uma ideia, o Olhar Paulista já beneficiou mais de 9.275 alunos da rede local de ensino, por meio da realização de triagens oftalmológicas nas escolas. Deste total, 379 necessitaram de consultas mais detalhadas na clínica conveniada. Durante os exames, um contingente de 248 estudantes foi diagnosticado com algum distúrbio na visão, recebendo os óculos de forma gratuita, através do programa.

Enquanto isso, 7 mil pessoas já estão recebendo os medicamentos em casa para o tratamento da diabetes, hipertensão e colesterol alto. A entrega é realizada por um motoqueiro da prefeitura. Ele leva uma quantidade de remédios equivalente a um período de três meses de tratamento. Com a implantação do serviço, a gestão municipal, inclusive, tem evitado a destinação incorreta dos medicamentos.

Responsável pela apresentação dos programas durante o evento, a secretária municipal de Saúde, Fabiana Bernart, esclareceu que os projetos de Paulista já estão inspirando outros municípios. “Estamos sendo procurados por outros gestores para que os nossos serviços possam nortear a criação de programas semelhantes em outras cidades. Estamos extremamente felizes por esse reconhecimento”, disse a gestora. Ela frisou também que os dois programas viraram Lei municipal, garantindo que os seus benefícios não sofram descontinuidade, e impossibilitando que os gestores da Saúde interfiram ou acabem com a iniciativa.

Além da gestora titular da Saúde, estiveram presentes na solenidade de premiação, a secretária-executiva de Saúde, Maria Clara Rodrigues; e a superintendente de Planejamento e Gestão da Saúde, Tathiana Teles. Os projetos apresentados no Congresso também contaram com a colaboração da superintendente de Regulação da pasta, Rafaela Cavalcanti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário