.

.

Cinesytem

5 de julho de 2017

Prefeitura realiza ação de combate à Hanseníase em Jardim Paulista

Quem foi à Policlínica Hélio Inácio, em Jardim Paulista Baixo, nesta terça-feira (04.07), pode contar com um importante serviço de saúde. Profissionais especializados da prefeitura e da ONG Morhan realizaram uma ação de combate e controle da Hanseníase. Os pacientes da unidade tiveram a oportunidade de assistir a palestras, receber diversas orientações sobre a doença e fazer exames para diagnosticar a enfermidade.

Ao todo, 19 pacientes foram atendidos pelos profissionais. O resultado deu positivo para um usuário, que será encaminhado à unidade de referência no tratamento para passar por uma nova avaliação médica. Os demais pacientes foram liberados e receberam orientações de como procurar atendimento na rede municipal em caso de necessidade.

A coordenadora do Departamento de Combate à Hanseníase do Paulista, Emmanuelle Alencar, revelou que ações dessa natureza precisam continuar acontecendo para que seja possível conscientizar a população sobre as características da doença. “Existem casos de paciente que não apresentam quase nenhum sintoma, mas possuem a doença incubada há cinco, seis, sete anos. Isso dificulta o diagnóstico, inclusive. Então, se a gente divulga esse tema com a população, podemos ter mais pontos positivos no combate da eliminação da hanseníase”, frisou.

CONHEÇA MAIS – A hanseníase é causada por infecção com a bactéria Mycobacterium leprae. Ela afeta principalmente a pele, os olhos, o nariz e os nervos periféricos. Os sintomas incluem manchas claras ou vermelhas na pele com diminuição da sensibilidade, dormência e fraqueza nas mãos e nos pés. A hanseníase pode ser curada com 6 a 12 meses de terapia com vários medicamentos. O tratamento precoce evita deficiência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário