.

.

18 de agosto de 2017

O Dia D da Saúde no Conjunto Praia do Janga

Os moradores do bairro do Janga tiveram a oportunidade de participar nesta sexta-feira (18.08) de uma ação voltada ao bem-estar. Quem compareceu ao salão social do Conjunto Praia do Janga fez exames e testes de HIV, sífilis, hepatite e hanseníase. A ação, que foi intitulada Dia “D” da Saúde, contou apoio dos profissionais da USF Dom Hélder e do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA). A iniciativa foi realizada por meio da parceria entre a prefeitura e os responsáveis pelo condomínio.


“Decidimos fazer essa ação depois de uma conversa com o sindico Adelson Chagas Junior. Ele propôs organizar um evento sobre tuberculose, mas percebemos que poderíamos ampliar o trabalho e resolvemos envolver outros serviços como hanseníase, DST/AIDS, chamamos também médicos, enfermeiros e ACS da unidade para fazer os atendimentos”, comentou a moradora do bairro e coordenadora do Programa de Combate à Tuberculose, Cecilia Maria Machado da Silva. No local esteve presente equipes da Saúde da Escola de Enfermagem Metropolitana, e as coordenações de Tuberculose, Hanseníase, Ceamp, DST/AIDS.

As pessoas com manchas pelo corpo foram atendidas pelas equipes de saúde. A coordenadora do Programa de Combate à Hanseníase, Emmanuelle Alencar, explicou que a doença é silenciosa. “A Hanseníase é uma doença contagiosa assim como a tuberculose. Só que não apresenta sintomas de uma forma rápida. As pessoas apresentam mancha esbranquiçada e avermelhada e não sente dores. O nosso trabalho é de trazer pacientes com essas manchas suspeitas para passar por uma avaliação com profissionais e especialista para ser identificadas e iniciar o tratamento, que é gratuito e pode durar de seis a um ano. Tudo é oferecido pelo SUS para toda população”, argumentou.

Uma das pessoas beneficiadas pela ação foi a aposentada Cleonice Castelo Branco de 73 anos. “A ação está uma maravilha. Estava fazendo faxina na minha casa quando soube dessa ação. Aí decidi parar para participar. Aproveito para parabenizar toda equipe e ao prefeito da cidade do Paulista porque o nosso conjunto merecia uma ação dessa”, frisou a moradora do condomínio há 33 anos.

O superintendente da Vigilância em Saúde do Paulista, Fábio Diogo acompanhou a ação nesta manhã, citando que iria ter uma grande procura e receptividade no local. “A importância é a gente fazer sempre a detecção precoce das doenças, fazendo os testes rápidos e os exames, afinal, quanto mais cedo a gente conseguir diagnosticar mais eficaz será o tratamento” relatou o gestor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário