.

.

20 de setembro de 2017

Em Paulista, crianças e adolescentes com Autismo serão atendidos na rede pública de saúde

A rede pública de saúde do Paulista vai oferecer atendimento às crianças e adolescentes que possuem o diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista (TEA). A novidade foi anunciada, nesta quarta-feira (20.09), pelo prefeito Junior Matuto, em reunião com representantes da ONG Mães Guerreiras – instituição do município que presta assistência ao segmento. A expectativa é de que uma equipe multiprofissional inicie o atendimento na estrutura da Policlínica Josino Guerra, em Maranguape I, num prazo de até 60 dias. 


Durante a reunião com o grupo da ONG, o prefeito Junior Matuto fez questão de falar do compromisso com os meninos e meninas que possuem o transtorno. “Assim como fizemos com as mães das crianças que possuem microcefalia, onde criamos um espaço de atendimento específico para os filhos delas, estabelecemos um compromisso com os autistas e vamos tirar do papel esse atendimento tão aguardado nos próximos dias. O nosso governo não tem se preocupado apenas com obras de cal e pedra, mas no cuidado com as pessoas também”, frisou.

A presidente da ONG Mães Guerreiras, Naiane Nogueira, aprovou a iniciativa. “Com esse atendimento, Paulista vai se tornar referência para outros municípios do Estado. Para se ter uma ideia, atualmente, o número de crianças com o TEA tem crescido numa proporção de um para cada 55 nascidos vivos. Na nossa ONG, por exemplo, já são mais de 200 cadastrados. Por isso, sabemos que esse atendimento vai ajudar bastante no desenvolvimento dessas crianças”, comemorou.

A secretária de Saúde do Paulista, Fabiana Bernart, explicou que as crianças e adolescentes com o distúrbio terão uma estrutura adequada à disposição. “Estamos com um planejamento traçado para iniciar a montagem das salas de atendimento. Nossa intenção é deixar o espaço o mais agradável possível, não apenas para as crianças e adolescentes, mas também para os familiares”, revelou a gestora. Ela disse ainda que a equipe multiprofissional será formada por psicólogo, terapia ocupacional, educador físico, entre outros.

O atendimento às crianças e adolescentes com Autismo vai funcionar de segunda a sexta, das 08h às 17h. A Policlínica Josino Guerra fica na Praça Emílio Russel. O acesso a unidade pode ser feito pela Avenida Brasil.

AUTISMO – É uma síndrome comportamental que apresenta sintomas básicos, como: dificuldade de interação social; atraso na questão do desenvolvimento da fala; ora pode ter um comportamento indiferente, ora agressivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário