.

.

28 de setembro de 2017

Parceria entre comunidade e prefeitura do Paulista transforma pontos de lixo em espaço de convivência



No Paulista, uma parceria exitosa entre o poder público e os munícipes está transformando para melhor o local onde moram. O programa O Bairro Que Eu Quero, onde a comunidade entra com a mão de obra e a Prefeitura com material e assistência técnica, está mudando a cara dos bairros, transformando antigos pontos de lixo em espaço de convivência como praças e minicampos de futebol.

O Campo do Vila Nova, no Engenho Maranguape, é o projeto piloto deste programa. Lá, antes era área de acúmulo de lixo e foco de doenças. Agora está sendo construído um minicampo, com área arborizada, uma quadra e um espaço de lazer para as crianças.

Fábio Silva, coordenador da ONG A Voz da Favela, parceira da prefeitura na iniciativa, falou sobre a satisfação em poder participar do programa. “Desde 2006 estamos na ativa, trabalhando com o movimento hip hop, mas a comunidade estava esquecida. Agora a gente está vendo que pode trazer uma melhoria para a área, fazendo essa parceria junto com a prefeitura. Se Deus quiser, em outubro, vai ser inaugurado e vai trazer dignidade para comunidade, com um espaço de lazermaravilhoso”, destacou.

Bem próximo ao local, na subida do Campo Vila Nova, a Secretaria Executiva de Serviços Públicos está realizando uma ação de reposição de paralelo para facilitar a vida de quem chega. O titular da pasta, Jaime Domingos, adiantou que este é o quinto espaço beneficiado pelo Bairro Que Eu Quero. “Este programa com a comunidade está nos ajudando a revitalizar espaços e trazer mais saúde e dignidade para as comunidades. Já chegamos a cinco praças e vamos iniciar este trabalho em mais quatro comunidades, de acordo com as nossa capacidade de acompanhar o programa”, finalizou.

O prefeito Junior Matuto realizou uma vistoria técnica na manhã desta quinta-feira (28.09) no local onde está sendo executada a obra. Ele avaliou que está é uma parceria exitosa com a comunidade. “Participar da construção de um equipamento desses, com a comunidade se envolvendo, todos viram protagonistas dessa história. Aí a gente tem a certeza que os brinquedos, os equipamentos, vão ser bem cuidados. Então, nossa torcida é que o que está acontecendo aqui hoje se espalhe no município, porque é como eu costumo dizer, o fardo é muito pesado e os recursos escassos, mas, quando a população ajuda, com tanto zelo, com tanto carinho, se apropria dos equipamentos e evita a ação dos vândalos”, concluiu o gestor municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário