.

.

22 de outubro de 2017

Conferência Municipal de Saúde termina com cerca de 600 participantes

Com o tema: “SUS: fortalecer sempre, retroceder jamais”, a Secretaria de Saúde do Paulista encerrou, neste sábado (21.10), a VIII Conferência Municipal de Saúde. Durante três dias, o evento reuniu cerca de 600 pessoas, entre usuários e funcionários da Rede de saúde do município.

A ação, que também foi coordenada pelo Conselho Municipal de Saúde, teve o objetivo de discutir as propostas elaboradas durante as Pré-Conferências municipais e que vão compor o novo plano de saúde nos quatro anos.

O balanço foi bastante positivo, segundo a secretária de Saúde do Paulista, Fabiana Bernart. De acordo com ela, o evento é de grande importância, pois, dentre os motivos, está o modelo de co-gestão trazido pela conferência, no qual o usuário e o trabalhador podem influenciar nas ações que a prefeitura deve realizar em sua gestão, a temas como o do financiamento do Sistema Único de Saúde, uma das pautas das discussões abordadas no evento.

Segundo Bernart, a participação do usuário é um desses fatores positivos, já que se trata de um emponderamento desse usuário, e ainda que esse encontro teve a capacidade de fazer estes entenderem que eles podem se colocar dentro do processo.

“A gente entende que os usuários presentes na conferência sabem do momento político e financeiro que a gente tem hoje, e de alguma forma, eu acredito que o movimento e a participação popular são fundamentais em qualquer processo. Então, o balanço da conferência foi muito positivo, pois tiveram ricas discussões dentro dos espaços e também uma aproximação entre a gestão e os usuários do sistema”, concluiu Fabiana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário