.

.

9 de outubro de 2017

Fórum Regional de Prevenção Social discute experiências locais de enfrentamento à violência na região norte do Grande Recife

O segundo encontro do Fórum Regional de Prevenção Social(FRPS), que reúne os municípios da região norte do Grande Recife(Olinda, Paulista, Abreu e Lima, Igarassu, Araçoiaba, Itapissuma e Ilha de Itamaracá), está agendado para a próxima terça-feira(10), das 8h às 13h, na Focca, faculdade de Olinda, localizada no centro histórico da cidade. O tema do encontro será sobre "experiências regionais bem-sucedidas de prevenção social." 

Na ocasião, os municípios que integram o FRPS vão apresentar ações e iniciativas que estão sendo desenvolvidas com vistas a reduzir as taxas de violência e criminalidade. O fórum foi criado no mês de agosto, em evento realizado na cidade de Itapissuma, por iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude(SDSCJ) do Governo do Estado, por meio da Secretaria Executiva de Políticas para o Desenvolvimento Social, em articulação com os municípios daquela região. 

O FRPS se propõe a ser um espaço democrático de discussão em torno de um pacto social em defesa da vida e dos valores propulsores da cultura de paz. Além de prefeitos, vereadores, secretários municipais de políticas sociais e de segurança pública, participam também do fórum representantes da sociedade civil e atores estratégicos como o Ministério Público, Defensoria Pública, Tribunal de Justiça, OAB, Polícia Civil, Polícia Militar, entre outros.
Segundo Yves Ribeiro, presidente do FRPS, "é preciso rediscutir a matriz de responsabilidades na batalha contra a violência que intranquiliza a população brasileira de norte a sul do país.

 Os municípios dessa região têm um papel importante a desempenhar nesse processo, somando esforços junto ao Governo de Pernambuco para reduzir os índices do crime", sustenta ele. Durante o encontro em Olinda será elaborado um documento com compromissos que serão pactuados entre as duas esferas de governo e a sociedade civil visando desenvolver ações integradas de prevenção à violência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário