.

.

5 de outubro de 2017

Paulista realiza ação de promoção da cultura de paz nas escolas

A aluna Camile Vitória não gosta de sofrer preconceito e tem aprovado os encontros do PROPAZ, programa promovido pela Secretaria de Educação do Paulista para mediar conflito dentro do âmbito escolar. Nesta quinta-feira (05.10), a estudante da Escola Maria Conceição da Paz, no bairro de Maranguape II, teve a oportunidade de algumas atividades de promoção da cultura de paz nas unidades de ensino. “Tudo que estamos aprendendo aqui levamos para a sala de aula. Tentamos levar a paz para as pessoas, onde conflitos que antes existia, não está acontecendo mais”, disse a jovem matriculada no 9º ano.


A ação faz parte do 6º encontro com os estudantes da rede municipal de ensino, através de dinâmica e atividades que vem objetivando o intermédio de conflitos entre os participantes. Na ocasião, os temas tratados foram drogas, bullying, agressões verbais e físicas. A prática aconteceu simultaneamente na Escola Cônego Costa Carvalho, no bairro da Vila Torres Galvão, com alunos do 5º ao 9º ano.

Mike William, matriculado no Conceição da Paz, antes era classificado como o pior aluno dentro do colégio, através dos encontros do PROPAZ tem se dedicado e viu suas notas e desempenho melhorarem. ”O que eu estou vivendo no programa é muito bom. Nunca tive uma experiência como essa. Antes não queria saber de estudar e bagunçava muito. A partir dos encontros comecei a ficar mais quieto e minhas notas melhoram”, comentou.

A psicóloga Graça Gonçalves, que faz parte da equipe do programa, estava no local realizando as dinâmicas e atividades com os estudantes. Ela explicou como o programa vem beneficiando a vida escolar. “Com essa ação estamos percebendo que alunos antes classificados como os piores estão melhorando suas atitudes e vem incentivando outros a participarem e realizando atividades produtivas na escola”, explicou.

A aluna do 8º ano, Ingrid Carolaine Medeiros, do Cônego Costa Carvalho, avalia que o programa tem combatido as constantes brigas que acontecia dentro do colégio. “Graças ao PROPAZ está acontecendo vários movimentos durante o recreio com músicas e atividades lúdicas que tem parado as brigas”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário