.

.

4 de outubro de 2017

Prefeitura investe na tecnologia do geoprocessamento para mudar o conceito de planejamento urbano e tributário do município

A Prefeitura do Paulista vai adotar a tecnologia do geoprocessamento para revolucionar o conceito de planejamento urbano e tributário no município. Essa nova ferramenta de gestão será apresentada nesta quinta-feira (05.10), às 10h, no auditório do Senac, em Jardim Paulista Baixo. Na ocasião, o prefeito Junior Matuto assina Ordem de Serviço para o início das atividades da empresa contratada, por meio do Programa de Modernização da Administração Tributária e da Gestão dos Setores Sociais Básicos (PMAT).

O objetivo do trabalho é atualizar e detalhar o banco de dados do município para que os recursos empregados em diversos setores possam ser otimizados, ampliando o poder de atuação da gestão em áreas estratégicas. Para tanto, um levantamento geográfico será realizado, por meio de sobrevoos, onde um moderno sistema de mapeamento terá capacidade de traçar um raio “x” completo da cidade. Com essas imagens, que são em 3D, será possível fazer definições em diversos campos, como: ocupação do solo; realização de obras estruturadoras; locais de maior incidência de focos de doenças como dengue; maior área com ocorrências de violências, etc.

Este trabalho será realizado em Paulista através de um convênio de 18 meses com a empresa Geopix, viabilizado com recursos do PMAT, programa do BNDES destinado à melhoria da eficiência, qualidade e transparência da gestão pública e da modernização da administração tributária e qualificação do gasto público nos municípios.

Confira o vídeo sobre a tecnologia do geoprocessamento:

Nenhum comentário:

Postar um comentário