.

.

9 de novembro de 2017

Notícias Paulista continua campanha para erradicar a febre aftosa

Com o intuito de erradicar a febre aftosa no município do Paulista, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura da cidade, em parceria com a Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (ADAGRO), estará durante todo mês de novembro intensificando a campanha de vacinação contra a doença. Esta ação acontece duas vezes ao ano, nos meses de maio e novembro. Nesta segunda etapa apenas os animais com até 02 anos de idade serão contemplados.

Desde o primeiro dia deste mês uma equipe da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura do Paulista vem visitando toda área rural da cidade, realizando a vacinação e conscientizando os proprietários a tomarem as devidas providências no combate a febre. Na manhã desta quarta-feira (08.11) o grupo se dirigiu a Mata do Ronca e aplicou as vacinas em alguns rebanhos.

Para Rivaldo Souza, 70 anos, a campanha todos os anos tem beneficiado seu rebanho contra a doença e prevenindo contra possíveis prejuízos. “A iniciativa tem mantido a saúde do meu rebanho cada vez melhor. Só tenho a agradecer pela prevenção e orientações que eles têm passado”, disse.

“Paulista sempre cobriu 100% da sua região rural, com seus animais devidamente vacinados. E com isso temos alcançado a cada ano a meta estipulada, que se trata de uma meta a nível nacional”, avaliou Fabiano Mendonça, secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura da cidade, sobre o quanto a campanha tem contribuído para o município.

Na primeira etapa realizada no mês de maio foram vacinados em Paulista 875 animais de 54 produtores. A meta para a segunda etapa é atingir 100% no total de mil bichos. O governo municipal e estadual distribuem as vacinas aos pequenos criadores, que possuem até 20 animais. Passando desse número, eles são considerados grandes produtores e são orientados a comprarem as vacinas.

Caso algum proprietário não receba a visita da equipe, poderá se dirigir até Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura, que fica localizada na AV. Floriano Peixoto, s/n, Centro e solicitar a visita.

FEBRE AFTOSA - É transmitida pelo contato com animais doentes ou por meio de secreções e utensílios usados no manejo deles. O mal atinge principalmente os bovinos e bubalinos podendo afetar também as espécies de caprinos, ovinos e suínos. O rebanho afetado prejudica toda produção de leite e carne, perdendo assim o valor e causando um prejuízo econômico e social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário