.

.

13 de dezembro de 2017

Estudantes de Olinda aprendem sobre o uso seguro de pipas

Brincadeiras e vídeos educativos serão usados na sensibilização contra o uso do cerol

Mesmo com a Lei 11.931, em vigor desde janeiro de 2001, que proíbe o uso de linha de pipa com cerol – uma mistura de cola com pó de vidro – ainda é comum ver crianças e jovens fazendo uso perigoso desse composto, colocando em risco a vida de motociclistas. De acordo com a Associação de Motociclistas e Motoclubes do Estado de Pernambuco – AMO PE – 50% dos acidentes envolvendo linhas de pipas com cerol, deixam as vítimas em estado grave ou gravíssimo. Mortes também já foram registradas. Com a finalidade de promover o uso seguro da pipa, a Secretaria de Educação de Olinda promove nesta sexta-feira (15.12), das 9 às 12h, uma ação educativa na Escola Municipal Base Rural Margarida Alves, na Perimetral Norte, em Ouro Preto.

A coordenação do evento irá conversar com os alunos da unidade de ensino e mapear os aspectos que envolvem a brincadeira, como: quais as pessoas que soltam pipas, se alguém já foi vítima de acidente com a linha cortante e se existem árvores e fios elétricos nos locais onde se realiza essa prática. Vídeos explicativos sobre o risco do cerol e depoimentos de vítimas serão levados para sala de aula, com a presença de pais na discussão da temática. Além disso, a criançada participará do concurso da confecção da pipa mais enfeitada, onde o céu da escola Margarida Alves estará cheio de cores.

Atenta a esta prática perigosa, a Guarda Municipal de Olinda, apreendeu recentemente, oito latas de cerol durante a operação Orla Segura. Na abordagem, os agentes orientaram os adolescentes sobre a ilegalidade da prática e os riscos que a substancia pode causar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário