.

.

10 de janeiro de 2018

Uma terapia em forma de arte

Desde um giz de cera, como na infância, até uma detalhada escultura, a arte é uma terapia. Desenvolver atividades que aliviem o estresse e tirem a pessoa da ociosidade é uma boa forma de manter a saúde física e mental. Um bom caminho para se livrar desses problemas é realizar trabalhos artísticos.


Os idosos do Paulista, que frequentam os CRAS da cidade, têm atividades semanais que contam com oficinas artísticas onde eles liberam a criatividade e entram num mundo de cor e textura. Durante esses momentos eles elaboram bonecas, jarros para flores e muitos outros itens com diversos tipos de materiais, como tecido, caixa de leite, fitas e botões.

De acordo com a oficineira, Ajane Maria, os encontros fazem os participantes do grupo relaxarem e se afastarem um pouco das contrariedades que rodeiam suas mentes. “Às vezes achamos o idoso não tem problemas, mas têm vários. Alguns têm filhos ausentes ou família é distante. Então com o auxílio dessas atividades manuais eles esquecem um pouco dessa parte da vida. Nas oficinas eles conversam, se distraem, riem e com aquele pequeno artesanato que estamos fazendo e começamos a brincar”, comentou.

Além de relaxar, Ajane diz que alguns dos idosos já conseguem lucrar com a atividade. “Já fizemos porta ovos com pote de sorvete, porta jóias com palito de picolé, garrafa de vidro decorativa, porta pano de pratos. Alguns, desses pequenos artesanatos que fazemos juntos alguns idosos acabam fazendo mais para vender e tiram uma fonte de renda”, frisou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário