.

.

2 de abril de 2018

ONG Mães Guerreiras para crianças com autismo tem novo espaço inaugurado em Paulista

"Ver hoje a ONG Mães Guerreiras de Pernambuco ser inaugurada com seu novo espaço, é algo espetacular. É um sonho de uma mãe que sonhou por tantas outras que ela nem conhecia. Nosso sentimento é de muita gratidão”. Foi o que disse, emocionada, a cabeleireira Rebeka Pereira, de 38 anos.


Rebeka é uma das mães que contam com a nova estrutura da organização idealizada e fundada pela voluntária e presidente da ONG, Naiane Nogueira, voltada para crianças com autismo não somente de Paulista, mas também de outras cidades vizinhas como Abreu e Lima, Igarassu, dentre outras. O novo local foi inaugurado na manhã desta segunda-feira (02.04), marcando o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, na Rua Canoas, número 88, no bairro de Arthur Lundgren I, em Paulista.

De acordo com Naiane Nogueira, o projeto existe desde o ano de 2016. Anteriormente, a iniciativa contava apenas com uma sala para o atendimento às crianças com autismo, no bairro do Janga. Somente agora foi possível a ONG ter sua própria sede, dessa vez, com várias salas de recreação e sala de convivência.

“Todas as nossas salas são equipadas para o projeto, no qual trabalhamos no modelo ABA (Análise do Comportamento Aplicada) e a gente está sempre tentando trazer o melhor para essas crianças. E é bom lembrar que todos os nossos parceiros são capacitados e especializados em autismo, e de fato, já estão trazendo grande melhora na vida e no desenvolvimento dessas crianças”, explicou Naiane.

Segundo dados da ONG, 55 crianças além do diferencial que é o tratamento para as mães, que segundo a presidente da Mães Guerreiras, também necessitam das terapias oferecidas às crianças, com psicóloga, fono, fisioterapia, e terapia ocupacional.

O conselheiro tutelar da cidade do Paulista, Petrônio Barreto, também participou do evento de inauguração do novo espaço. “Estamos nesse apoio juntamente com a Prefeitura da Cidade do Paulista, que tem acompanhado essas crianças sistematicamente e tem também dado esse respaldo. E aqui na ONG Mães Guerreiras, eu aproveito para parabenizar a Naiane, que é uma grande guerreira, incansável na busca de atendimento para essas crianças. E o conselho tutelar está sempre à disposição para juntos encabeçar e buscar políticas de assistência para essas crianças”, ressaltou Petrônio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário