.

.

19 de abril de 2018

Prefeitura do Paulista e professores entram na reta final das negociações

Mais uma rodada de negociação entre a Prefeitura do Paulista e os Professores da Rede Municipal de Ensino, na manhã desta quinta-feira, (19.04), na Secretaria de Administração do município. Desta vez, o encontro foi ‘provocado’ pelo Vereador Tonico Valpassos, que também pertence à categoria de docentes.

“Fui procurado pelo sindicato para realizar uma audiência pública para tratar de vários assuntos inerentes à categoria. Acho importante uma audiência, mas como o canal de negociação entre a prefeitura e o sindicato continua aberto, achei melhor sentar com os secretários de Administração e Educação para dar continuidade ao debate que já vem acontecendo com o sindicato.” Adiantou Tonico.

No encontro, o Secretário de Administração Alessandro Correia, levantou algumas questões financeiras que devem ser observadas quanto ao percentual do reajuste que está sendo discutido, considerando principalmente o limite prudencial da folha de pagamento.

“Nós temos que observar nossa capacidade financeira para não comprometermos o pagamento da folha salarial. Vale lembrar que atravessamos o olho do furacão da crise e não atrasamos salários. Mas estamos dentro do nosso limite, não podemos ultrapassá-lo”. Assegurou Alessandro.

Fazendo uma retrospectiva dos avanços concedidos pela gestão aos professores, o Secretario de Educação Carlos Junior lembrou que no primeiro e segundo anos do governo Junior Matuto, foi concedido um reajuste acima do reivindicado. No terceiro ano, foi implantado o pagamento do piso nacional da categoria. A gestão tem investido na área acima do índice determinado por lei, que é de 25%; Carlos Junior lembrou ainda que investiu na reestruturação da rede e realizou concurso público, este já em fase final para contratação dos aprovados.

“Nós sempre demostramos o compromisso que temos com a educação e com a categoria. Valorizando os professores, atraindo os pais para a escola e melhorando o nível da educação. O que queremos aqui deixar claro é que já estamos em Abril, o índice que conseguirmos acordar, será implantado em folha retroativo à data base da categoria, que é em Janeiro, portanto, temos que avançar nesta negociação.” Concluiu Carlos Junior.

Na próxima Quarta-feira, 02.05, acontecerá mais uma rodada de negociação, onde a prefeitura apresentará uma nova proposta para os sindicalistas levarem para apreciação da categoria em assembleia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário