.

.

11 de maio de 2018

Especialista em segurança pública destaca vivacidade do Pacto Pela Vida

A reunião do Comitê Gestor Executivo do Pacto pela Vida desta semana, realizada na sede da Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco (Seplag), contou com uma presença ilustre. Além das autoridades e membros habituais do comitê, o encontro, capitaneado pelo governador Paulo Câmara, foi acompanhado pelo professor da PUC Minas e especialista em segurança pública Luis Flávio Sapori.

O governador conduziu a reunião e apresentou, em linhas gerais, como é feito o trabalho do PPV para o convidado externo. “O grande ativo do Pacto Pela Vida é o olhar para as informações, resultados, gargalos, a partir dos quais tomamos as decisões. A gente tem conseguido caminhar com altivez e responsabilidade. É uma área que nos preocupa todos os dias. É a agenda que interfere no dia a dia do cidadão”, afirmou Paulo Câmara.

O secretário de Planejamento e Gestão de Pernambuco, Márcio Stefanni, ressaltou que a atual gestão realizou o maior investimento em segurança pública em Pernambuco. “Os resultados começam a aparecer por conta da liderança do governador Paulo Câmara, da determinação do governador de escolher a segurança, ao lado da educação e da saúde, como focos prioritários”, afirmou Stefanni.

Durante a reunião, Luis Flávio Sapori, afirmou que o Pacto Pela Vida está vivo. “O Pacto Pela Vida, enquanto política de segurança de Pernambuco, está muito vivo, mostrando vitalidade. Os indicadores de violência voltaram a cair e o ano de 2018 sinaliza uma redução bastante expressiva de homicídios e assaltos no estado, comprovando que o Governo de Pernambuco tem o controle da política de segurança pública, que está no caminho certo”, destacou o professor.

Sapori disse ter ficado muito bem impressionado com a reunião de trabalho e afirmou perceber claramente que a governança está mais consolidada do que nunca. “Isso pra mim é decisivo. Na medida em que a articulação de esforços está sendo bem feita, que todos os investimentos estão frutificando, a colaboração entre os órgãos, a tendência de queda dos índices de violência vai continuar”, aponta o professor.

Sapori destacou ainda o pioneirismo de Pernambuco. “Uma mesa como essa não existe no Brasil afora. Não se encontra em outros estados brasileiros um governador que todo mês vem em uma reunião de trabalho, que não é uma reunião de discursos, com a presença do Judiciário, Ministério Público e outras secretarias diretamente envolvidas com a questão da violência. Essa é a principal virtude que existe em Pernambuco. Isso que fez e faz o Pacto Pela Vida um modelo de sucesso no Brasil”, concluiu o especialista, assumindo-se um entusiasta e defensor do programa.

Com vasta experiência na área, Luis Flávio Sapori possui doutorado em Sociologia pelo Instituto Universitário de Pesquisas do RJ (Iuperj) e atualmente é professor do curso de ciências sociais da PUC Minas e coordenador do Centro de Estudos e Pesquisa em Segurança Pública (Cepesp). É autor dos livros Segurança Pública no Brasil: desafios e perspectivas (Editora FGV) e Por que cresce a violência no Brasil? (Editoras Autêntica e PUC Minas), dentre outros livros e artigos científicos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário