.

.

11 de maio de 2018

Maio Amarelo promove ação de conscientização para alunos e população do Paulista

“Faremos de tudo para conscientizar as pessoas sobre os perigos que a imprudência no trânsito é capaz de trazer para o nosso bem maior, que é nossa vida. Talvez os resultados não venham de imediato, mas acreditamos que a educação preventiva seja o melhor caminho para a preservação da vida nas vias do nosso município”, avaliou Glauber Giage, coordenadora de projetos da Secretaria de Educação.

Com essa mensagem, a Prefeitura do Paulista promoveu mais uma ação na cidade em alusão ao Maio Amarelo, movimento que busca viabilizar mudanças comportamentais nos condutores e pedestres para a construção de um trânsito democrático e seguro. Desta vez, os servidores das secretarias de Educação e Mobilidade escolheram a Av. Mal. Floriano Peixoto para realizar uma passeata educativa, com o tema “Nós somos o trânsito”.

Na oportunidade, panfletos com dicas de uma boa conduta no trânsito foram distribuídos aos populares que passavam em frente à sede da Prefeitura. Esse material continha alguns índices sobre a fatalidade dos acidentes que envolvem a falta de respeito às sinalizações viárias, não utilização dos equipamentos de segurança e travessias em locais inadequados. O movimento ainda contou com a participação da Banda Marcial da escola municipal José Firmino da Veiga.

A meta dessa iniciativa é reduzir em 50% o número de ocorrências que deixam mortos e feridos nas estradas do país. Anualmente, cerca de 45 mil pessoas perdem as vidas no Brasil vítimas de acidentes de trânsito. Cada episódio traz um custo econômico para os cofres públicos, que empenha em torno de R$ 56 bilhões ao ano para atender aos envolvidos.

“Toda campanha de conscientização é válida, quando o intuito é a preservação de vidas. Devemos tratar os acidentes de trânsito como uma pandemia, que pode levar a vida de qualquer um que amamos. Já perdi conhecidos nas estradas e não desejo esse mal a ninguém”, disse Luciene Fabrícia, enfermeira que presenciou a ação.

O agente de trânsito, Ícaro Barbosa adiantou que esta ação atende a determinação da Assembleia Geral das Nações Unidas. “A ONU orientou todas as divisões administrativas de trânsito a elaborarem novas formas para prevenir os acidentes de trânsito. O Maio Amarelo veio justamente com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos em acidentes nas vias públicas, em todo o mundo. Aqui em Paulista a gestão está engajada na causa e a expectativa é de que frutos sejam colhidos a curto, médio e longo prazo”, destacou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário