.

.

11 de maio de 2018

Paulo Câmara: campanha presidencial precisa debater o futuro do Brasil

O governador Paulo Câmara disse hoje (11.05) que o Brasil deve aproveitar a eleição presidencial deste ano para debater o futuro do País. "Não se constrói uma nação se não discutimos o futuro, se não planejamos os próximos 20, 30 anos", afirmou Paulo, durante sua participação no "1º Encontro de Lideranças Nacionais", realizado no Hotel Palácio Tangará, na capital paulista.


Paulo Câmara criticou as campanhas presidenciais de 2010 e 2014, que, na sua avaliação, não debateu as questões importantes para o País. "Nosso País tem grandes desigualdades sociais, desigualdades regionais. Ainda precisamos fazer o dever de casa", alertou. Na avaliação do governador, o Brasil precisa resolver os "gargalos" do passado, mas sem perder de vista a agenda do futuro. "Precisamos aliar o desenvolvimento econômico, a industrialização à economia do conhecimento", frisou.

O governador lembrou que Pernambuco é um dos poucos Estados brasileiros que tem um planejamento estruturado até 2035, o "Pernambuco 2035", idealizado pelo ex-governador Eduardo Campos. "Precisamos ter o desenvolvimento econômico andando junto o desenvolvimento social, priorizando a sustentabilidade", destacou.

Paulo Câmara afirmou também que esse "olhar para o futuro" do Governo de Pernambuco é encontrado de forma exemplar na área da Educação. "Só se constrói a agenda do futuro por meio da Educação. Em 11 anos, Pernambuco deu um salto. Saiu da 21ª colocação no Ideb, em 2007, para a 1ª colocação.Temos a menor diferença do Brasil entre a escola pública e a escola privada e a menor taxa de abandono, que caiu de 24%, em 2007, para 1,7%, em 2016. E 52% dos nosso alunos estudam em escolas em tempo integral", relatou o governador pernambucano, que participou do painel “Diálogos sobre o Brasil: desafios políticos e estruturais do país nos próximos 20 anos”.

O 1º Encontro de Lideranças Nacionais teve o objetivo de discutir o Brasil, pensar o futuro e propor ideias inovadoras e factíveis para que a política possa se renovar e influenciar na construção de um País mais próspero nos próximos anos. O evento é realizado pelo Instituto Justiça e Cidadania e pelo ePúblika.

Nenhum comentário:

Postar um comentário