.

.

2 de agosto de 2018

Estudantes da Rede Municipal do Paulista ganham Óculos


O estudante Davi Pereira sentia muita dificuldade no aprendizado. Sua mãe, a cabeleireira Rebeka Pereira, de 38 anos, conta que o pequeno, além de ser uma criança autista, sofria com problemas na visão. No entanto, esse não será mais um problema na vida do garoto Davi, que estuda na Escola Municipal Paulo Freire, em Conjunto Beira Mar, no bairro do Janga, já que ele foi um dos contemplados pelo Programa Olhar Paulista.


“Esse é um programa muito importante, primeiro porque, além do Davi ser uma criança autista ele tem algumas restrições. E toda equipe da prefeitura, da gestão da escola onde ele fez o exame, teve muita atenção com ele. Tenho muito que agradecer a tudo que a prefeitura vem fazendo, bem como no apoio que presta à ONG Mães Guerreiras. Em tudo, a prefeitura do Paulista tem honrado com os compromissos. Eu só tenho de agradecer”, disse Rebeka, emocionada.

Nesta terça-feira (1º.08), 83 crianças que sofriam com problemas na visão, receberam os óculos da iniciativa da gestão do prefeito Junior Matuto, que é fruto de uma parceria entre as secretarias de Saúde e de Educação. O grande objetivo, não é só melhorar a saúde visual, mas dar um ganho na qualidade de vida, e, consequentemente, ajudar os pais que não têm condições de comprar o acessório para os filhos. Desde o começo deste ano, 222 consultas foram realizadas, e 156 óculos foram entregues.

Presente em mais um evento do Olhar Paulista, o prefeito Junior Matuto enfatizou que faz questão de participar da entrega dos óculos e se sente bastante satisfeito com o resultado desse trabalho na vida dessas crianças. “É com grande alegria e satisfação em voltar à rede municipal para pôr em prática um compromisso, que hoje é Lei municipal. Não tem nada mais gratificante que poder olhar o semblante e poder ajudar as crianças, principalmente as que têm dificuldade no aprendizado por conta da visão. Então, esse programa é algo que dá vida à vida das pessoas, principalmente, às crianças que mais precisam. É um sentimento de dever cumprido”, completou Matuto.

De acordo com a secretária executiva de Saúde do Paulista, Maria Clara Rodrigues, o evento marcou um dia muito feliz, não só para as pessoas beneficiadas pelo programa, como para a própria gestão, que desde a implantação do Olhar Paulista, vem procurando ampliar a cada vez mais crianças e adolescentes do município. “A implantação da Lei diz muito da vontade da gestão em garantir que seja feita uma política de estado e não uma política só de governo. Então, briguem e lutem por esse programa, pois ele vai perdurar por muitas e muitas gestões”, destacou Maria Clara.

O secretário de Educação do Paulista, Carlos Junior, também ressaltou a importância do Olhar Paulista. “Esse programa vem garantir que a criança esteja bem, com saúde e com acuidade visual e que ele venha desenvolver o aprendizado dentro de sala de aula. Fico muito feliz pela ascensão desse programa e pela continuidade”, disse o gestor da pasta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário