.

.

20 de novembro de 2018

Laura Gomes registra adiamento de votação da MP do Saneamento na Câmara Federal

Foto/ Roberto Soares
Em discurso na Reunião Plenária desta segunda (19), a deputada Laura Gomes (PSB) comemorou o adiamento da votação da Medida Provisória (MP) nº 844/2018 pelo Plenário da Câmara dos Deputados. Retirada da pauta da casa legislativa após acordo de líderes partidários, a proposta visa instituir o novo marco legal do saneamento básico no País, facilitando a privatização de empresas públicas que atuam no setor. 

Laura Gomes, que é relatora da Frente Parlamentar em Defesa do Saneamento Público da Alepe, creditou o adiamento da votação à resistência promovida por diferentes lideranças políticas, entre elas o deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE). “Não é uma vitória total, mas prova que a resistência do povo permite a manutenção dos nossos direitos”, afirmou.

Para o Governo Federal, o novo marco legal concederá às “empresas privadas que ampliem o acesso da população a esses serviços, uma vez que as empresas públicas não têm dinheiro suficiente para fazer os investimentos necessários”. Já a Oposição afirma que “as empresas privadas iriam tentar buscar lucro com a água e, com isso, comunidades pobres e os cofres públicos municipais e estaduais poderiam ser prejudicados”, informa o site da Câmara dos Deputados.

Homenagem – Laura Gomes também lamentou o falecimento do arquiteto e professor Luis de La Mora, no último dia 16. Nascido no México, de La Mora atuava na Capital pernambucana desde 1974 e participou da elaboração do Plano de Regularização das Zonas Especiais de Interesse Social (Prezeis). “O professor deixou um grande legado para o Recife, principalmente na inclusão dos menos favorecidos”, ressaltou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário