.

.

19 de novembro de 2018

Unidades de ensino recebem reforma em Paulista

A prefeitura do Paulista não mede esforços para garantir uma estrutura adequada às escolas, proporcionando um maior conforto aos alunos, refletindo num melhor aproveitamento do ensino. Prova disso, na manhã desta segunda-feira (19.11), foi assinada a ordem de serviço de reforma da Escola Municipal Governador Carlos Wilson. A assinatura da O.S. foi feita pelo prefeito Junior Matuto e pelo secretário de Educação, Carlos Junior, durante uma reunião do Escola de Pais, programa de aproximação da família no processo de aprendizado dos alunos. 

O secretário de Educação, Carlos Junior, explicou como as reformas acontecem. “A rede está fazendo uma reforma profunda em algumas escolas, em determinadas unidades de ensino é quase uma construção nova. Estamos colocando cerâmica, arrumando telhados, cuidando da iluminação, climatização, instalando nova rede elétrica e até construindo novas salas”.

Carlos Júnior detalhou quais as medidas que estão sendo tomadas para o andamento das obras durante o período letivo. “Por causa das reformas alguns alunos foram relocados para outros prédios e será assim até o final do serviço. Como é o caso dos alunos do Zulima, em Jardim Paulista, que estão assistindo aulas em uma área cedida pelo Governo do Estado na Escola Estadual Polivalente, no mesmo bairro. Em algumas escolas as reformas serão feitas nos finais de semana para não atrapalhar as aulas”, adiantou o secretário. 

O prefeito Junior Matuto lembrou à população que é preciso que todos cuidem das estruturas físicas das escolas, que são equipamentos públicos que pertencem à sociedade. “Temos que trazer a comunidade para dentro da escola, porque isso aqui é do povo e precisa ser zelado junto com povo. Porque é muito triste fazer uma reforma, que é fruto de muito esforço e chegar um grupo e depreciar, acabar e destruir. Porque o trabalho para construir e reformar é demorado, mas para vandalizar é rápido. Precisamos plantar a semente do amor no ser humano ou o Brasil não tem jeito”. 

Reformas

Além da Escola Governador Carlos Wilson, as Escolas Brigadeiro Aldo Pinho Alves, Zulima Pinho Alves, Loteamento Conceição, Maria Leopoldina, Joaquim de Lima também serão contempladas pelas reformas. O serviço é custeado pelo tesouro da cidade e será feito por empresas que serão contratadas, fazendo com que as melhorias estruturais fiquem prontas o mais rapidamente possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário