.

.

8 de fevereiro de 2019

Campanha educativa evita que três toneladas de lixo eletrônico poluíssem o meio ambiente no Paulista

Três toneladas de lixo eletrônico deixaram de ser lançados no meio ambiente graças a uma campanha educativa em Paulista, na Região Metropolitana. O número – que chama atenção – foi divulgação nesta quinta-feira (07.02) pela equipe do da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Serviços Públicos e Meio Ambiente. O resultado da ação, que ocorreu no bairro do Janga, dentro das atividades do “Viva Orla”, foi considerado muito positivo.


Os itens recebidos durante a campanha (pilhas, baterias, celulares, máquinas fotográficas, televisores, monitores de computador, etc) foram enviados para o Instituto de Inovação e Economia Circular (CRC Recife). A instituição recebe esse tipo de lixo eletrônico de empresas e de órgãos do governo e faz o processo de manufatura reversa, que consiste no reaproveitamento de forma sustentável.

Bruna Maldonado, coordenadora do Núcleo de Sustentabilidade Urbana, setor ligado à Secretaria Executiva de Meio Ambiente do Paulista, explicou que a campanha superou as expectativas. “Ficamos felizes com o resultado da ação. Pretendemos montar um cronograma a partir de março para levar essa ação aos bairros da cidade. Nossa ideia é começar por Maranguape I. Queremos trabalhar com a comunidade para mostrar a importância do descarte correto desse tipo de lixo”, comentou.

MOTIVAÇÃO - A utilização cada vez maior de equipamentos eletrônicos na sociedade gera passivos ambientais que precisam ter uma correta destinação. Além de seu potencial poluidor, são equipamentos que levariam centenas de anos para se decompor junto à natureza. É com base nisso, que os profissionais da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Serviços Públicos e Meio Ambiente querem visitar as comunidades do Paulista para sensibilizar a população e evitar que o lixo eletrônico seja descartado de forma errada, trazendo riscos à saúde humana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário