.

.

27 de março de 2019

Operação de ordenamento de trânsito chega à PE-22

Na manhã desta quarta-feira (27), equipes da Prefeitura do Paulista, do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), e do 17º Batalhão da Polícia Militar voltaram a combater estacionamentos irregulares, e a remover entulhos descartados inadequadamente nas rodovias que cortam o município. Dessa vez, a operação foi realizada também na PE-22. 


“Já presencie acidentes de trânsito nesse trecho da PE-22. A situação até melhorou após a instalação de um semáforo aqui próximo, mesmo assim a ocupação indevida da calçada termina fazendo com que os pedestres dividam espaço na via com os veículos. Idosos e crianças passar por aqui diariamente e a chance de acontecer uma tragédia é grande. Espero realmente que com a desobstrução dos passeios, os pedestres possam transitar mais tranquilos”. 

Esse foi o depoimento da dona de casa, Laudcea Ferreira da Paixão, 57 anos. Ela mora na Conceição há mais de 20 anos, bairro que é cortado pela PE-22. Ao saber da operação de ordenamento de trânsito na via, dona Laudcea fez questão de deixar registrado o seu posicionamento favorável para com a iniciativa.

“Não só eu, como a maioria dos moradores aqui do bairro acham necessária à operação, e até por isso aprovamos e damos total apoio para que ela seja permanente”, continuou dona Laudcea. Assim como ocorreu na ação realizada nesta terça-feira (26), na PE-15, a Prefeitura tratou de notificar os proprietários de estabelecimentos situados às margens da PE-22 sobre o uso indevido dos passeios para a exposição de placas publicitárias e de mercadorias.

O major João Marcelo, do BPRv, afirmou que a escolha das PEs como locais para a operação se deu por meio de estudos. “Fizemos, junto com a Prefeitura do Paulista, o mapeamento dessas Rodovias e verificamos que o pedestre estava com o seu direito de ir e vir prejudicado pelas placas colocadas nas calçadas, e por veículos estacionados de forma irregular. A partir do estudo que foi feito, detectamos a necessidade de fazer essa intervenção”, afirmou o major.

Já o superintendente de Mobilidade do Paulista, Marcos Miguel da Silva (Marquinhos), finalizou reafirmando o intuito principal da operação. “A nossa prioridade com a operação é garantir a mobilidade dos pedestres, tanto nas calçadas como nos passeios públicos. Até porque, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o pedestre está sim inserido no contexto do trânsito”, concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário