.

.

19 de março de 2019

O Cine Gênero Pipoca exibe filme que retrata a violência física e psicológica

Em mais uma edição do Cine Gênero Pipoca, o tema de violência contra a mulher veio à tona mais uma vez, agora no filme Nunca Mais, interpretado por Jennifer Lopez e Billy Campbell. O relacionamento tinha tudo para ser perfeito, uma garçonete desbanca o coração de um rico empresário, mas com o passar do tempo ela vê que nem tudo são flores. O empresário começa a abusar da mente da sua esposa, ameaça-la, e depois parte para a agressão física.

O intuito de passar o vídeo para algumas artesãs, microempresárias e moradoras da Cidade do Paulista é alertar que essa pauta está muito presente no cotidiano, e que a violência contra a mulher pode se mascarar de diversas formas. O filme foi pontuado por tópicos, para ser debatido numa roda de conversa logo após o filme. O maior objetivo é conscientizar as mulheres de ajudar umas as outras, praticando a sororidade. No filme, a personagem Slim tinha uma melhor amiga, que foi o seu braço direito e a ajudou a criar sua filha, enquanto estava sendo perseguida pelo ex-marido.

Como se prevenir de agressões? Como é a rede de proteção do Paulista? O que ela fez e o que ela deixou de fazer? O que o município tem para ajudar as mulheres? O que até hoje ainda não está estruturado nas leis para as mulheres? Essas foram algumas questões levantadas.

A ajuda não deve partir só de quem passou por isso, mas quem tem conhecimento sobre que está sendo vivenciado. A importância do conhecimento sobre o acolhimento oferecido pelo município para as mulheres que estão em risco de morte é essencial, pois poucas mulheres tem noção desse direito.

“Neste filme a falta de denúncia vêm pela falta de acolhimento, por isso, nós abordamos a importância do acolhimento nos atendimentos da nossa gestão. As mulheres da cidade precisam ter noção dos direitos delas, e conhecimento sobre o que é oferecido pela rede. As mulheres na ponta podem disseminar essas informações para as outras, unindo-se para o enfrentamento contra a violência contra a mulher,” relatou a secretária Executiva de Políticas Para as Mulheres do Paulista, Bianca Pinho, sobre a necessidade de convidar as mulheres para debates inclusivos.

O encontro foi aberto para todas as mulheres do município, sobretudo para as que já são contempladas pelas políticas públicas da pasta, como as artesãs, mulheres que fizeram cursos e muitas outras que tem uma ligação direta com a Secretaria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário