.

.

2 de julho de 2019

Programa “Patrulha Cidadã Escolar” é apresentado aos gestores das escolas no Paulista

Gestores e representantes das 62 escolas da Rede de Ensino do Paulista conheceram o "Patrulha Cidadã Escolar". A apresentação do programa aconteceu na manhã desta segunda-feira (1°.07), no Centro Administrativo, em Maranguape I, onde os gestores puderam esclarecer duvidas sobre o funcionamento da iniciativa.

Coordenado pelas pastas de Segurança Cidadã e Defesa Civil e de Educação do Paulista, o programa consiste em rondas e palestras educativas de combate à violência e de prevenção às drogas para os alunos da rede, além de patrulhamento da guarda municipal através de motos nas 62 escolas municipais e em mais quatro escolas estaduais.

Ao todo, 15 guardas municipais vão compor a equipe do programa, sendo 12 patrulheiros e três agentes no corpo técnico. A expectativa é de que esse efetivo atenda a 22 mil estudantes. Nos finais de semana, período onde não existem as atividades escolares, os patrulheiros estarão direcionando os serviços para as principais áreas de lazer da cidade, como o Ecoparque das Paineiras, Parque Aurora e a Orla da praia do Janga.

“É determinação do prefeito Junior Matuto que haja integração entre as secretarias municipais para melhor atender a população. O programa “Patrulha Cidadã Escolar” surge justamente deste entendimento. Com o poder público alinhado, trabalhando em busca de um só propósito, as chances de termos um programa bem sucedido são grandes”, destacou Manoel Alencar, secretário de Segurança Cidadã e Defesa Civil do Paulista.

Para tocar o projeto, a Prefeitura do Paulista está contando com o apoio da Polícia Militar, que já ofertou, por meio da equipe da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motocicletas (ROCAM), um curso de capacitação em moto patrulhamento para a Guarda Municipal. Presente na cerimônia de apresentação do programa, o Tenente Coronel, Marcos Ramalho, comandante do 17º BPM, falou de qual forma a corporação pode contribuir com o projeto.

“O 17º BPM se coloca à disposição do município para realizar visitas periódicas nas escolas que apresentarem os maiores índices de violência, inclusive, no período noturno, para atender também as 15 unidades que ofertam a Educação de Jovens e Adultos (EJA)”, destacou Ramalho.

O secretário de Educação do Paulista, Carlos Júnior, fez questão de agradecer ao secretário de Segurança do município e também a Polícia Militar por todo o esforço feito para tirar do papel essa iniciativa pioneira no Estado de Pernambuco. “Sabemos que a repressão traz resultados imediatos, mas a prevenção continua sendo o melhor caminho para combater a violência. A comunidade escolar do Paulista acaba de ser contemplada com um grande reforço e as expectativas são bastante positivas quanto aos resultados”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário