.

.

22 de agosto de 2019

Fiscalização do Ipem-PE reprova mais seis bombas de combustíveis

Em continuidade às fiscalizações em postos de combustíveis, O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE) reprovou mais seis bombas de combustíveis na Região Metropolitana do Recife. Durante a ação, realizada nesta quinta-feira (22), em Olinda, 23 instrumentos foram fiscalizados. Os equipamentos reprovados apresentavam mangueiras em mau estado de conservação.

Na quarta-feira (21), fiscais do instituto verificaram, em Jaboatão dos Guararapes, 17 instrumentos, três foram reprovados, dois por vazão máxima inferior a 50% da vazão normal e, um por display danificado.

O objetivo da ação foi verificar se o volume total de combustível colocado nos veículos correspondia á quantidade cobrada pelos postos, bem como coibir práticas que gerem prejuízo ao consumidor.

De acordo com o Presidente do Ipem-PE, Adriano Martins, “estamos intensificando as ações para garantir que o consumidor esteja sempre protegido em suas relações de consumo. Os equipamentos reprovados não causavam prejuízo ao consumidor, apresentaram apenas erros formais e os postos notificados tem até 10 dias para fazer os reparos nas bombas”.

De caráter obrigatório, as verificações periódicas são efetuadas anualmente e sempre que o equipamento sofrer um reparo ou manutenção. A verificação da bomba consiste em uma série de procedimentos, a começar pela inspeção visual, onde são verificadas a inscrições obrigatórias, funcionamento, conservação, itens de segurança e selo do Inmetro. Em seguida, iniciam-se os ensaios propriamente ditos, nos quais os fiscais do instituto verificam se existe algum defeito ou adulteração que influa na quantidade de combustível entregue.

Em caso de dúvida ou ou suspeita de irregularidade, o consumidor deve entrar em contato com a Ouvidoria por meio do telefone 0800 081 1526, de segunda à sexta-feira, das 8h às 14h, ou através do e-mail ouvidoria@ipem.pe.gov.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário