.

.

7 de dezembro de 2019

Ação “Eles por Elas” leva homens às ruas no combate à violência contra mulher em Paulista

Conscientizar, alertar e ser parceiro na luta da violência contra a mulher. Nesta sexta-feira (06), através da ação “Eles por Elas”, os homens foram às ruas no Centro do Paulista para reafirmar que o alvo da Lei Maria da Penha é punir os covardes que agridem as mulheres. A iniciativa é fruto da Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres da cidade e teve como objetivo sensibilizar ainda mais a população sobre o assunto, pois, segundo um levantamento do Datafolha, nos últimos 12 meses, 1,6 milhão de mulheres foram espancadas ou sofreram tentativa de estrangulamento no Brasil.

O evento, que aconteceu na Praça Agamenon Magalhães, em frente à prefeitura, contou com a participação do morador Edilson Gama, 55 anos. Para ele, essa ação da prefeitura é de muito valor, pois através dela, muitas pessoas foram alcançadas. “É a primeira vez que participo e os meus amigos também, e confesso que ficamos muito empolgados com essa iniciativa, pois acreditamos que esse tipo de conscientização é muito importante para combater todo tipo de violência contra mulher”, comentou Edilson.

Segundo a secretária Executiva de Políticas para as Mulheres, Bianca Pinho Alves, a gestão municipal quis mostrar que o homem não é o protagonista desta luta, mas que pode ser parceiro na causa do enfrentamento à violência e do empoderamento da mulher.

O chefe de gabinete da Prefeitura do Paulista, Francisco Padilha, também esteve presente na ação. “O evento de hoje reforça que estamos todos juntos no combate a esse tipo de realidade, que é a violência contra a mulher, por isso, que continuamos investindo em projetos e programas no município, como por exemplo, o Maria da Penha vai à saúde, o Maria da Penha vai à escola, Espaço Fêmea entre outros”, ressaltou.

O público feminino da cidade que necessitar de ajuda pode acionar o Disque Denúncia, através do fone 180; a Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres do Paulista, por meio do contato 99912.0337; a Delegacia Especial da Mulher, no Complexo Policial do Centro, ligando no 3184.7075; ou Centro de Referência da Mulher - Aqualtune, indo à Rua Santa Tereza, 384, no Centro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário