.

.

24 de dezembro de 2019

Chegando Junto abre o primeiro Restaurante Popular garantindo alimentação de qualidade para a população de rua

Garantido pela Constituição, o direito à alimentação de qualidade é um desafio e a crise econômica que afeta o país vem aprofundando esse cenário. Para a população em situação de rua no Recife, o apoio da Prefeitura para enfrentar esse desafio chega na forma dos dois Restaurantes Populares do Programa Chegando Junto, o primeiro foi entregue na manhã desta segunda-feira (23) pelo prefeito Geraldo Julio. O Restaurante Popular Naíde Teodosio tem capacidade para ofertar 750 almoços por dia, gratuitos para a população de rua, e fica localizado no bairro de Santo Amaro, no centro da cidade.

“Estamos vendo a população de rua aumentar no Brasil inteiro e aqui no Recife não é diferente, por isso lançamos o Programa Chegando Junto para prestar assistência para as pessoas mais necessitadas. O restaurante vai oferecer uma refeição, que infelizmente é provável que seja a única do dia para muitas pessoas. E ele não é o único. Hoje estamos abrindo um, próxima sexta abrimos o segundo restaurante popular e amanhã o abrigo Irmã Dulce, todas as ações do programa Chegando Junto. O programa que tem duas iniciativas principais, o de geração de renda e a outra é atender as necessidades básicas das pessoas, e o restaurante popular representa justamente isso, é oferecer essa refeição e reforçar a alimentação e a saúde dos que mais precisam”, destacou o prefeito Geraldo Julio.

Batizado em homenagem a Naíde Teodósio, médica referência na área da Nutrição, tendo desenvolvido importantes contribuições no combate à desnutrição, oferecerá refeições gratuitas para a pessoa em situação de rua, cadastradas e acompanhada pelos serviços de assistência social oferecidos pelo município, por meio da SDSJPDDH. O espaço está localizado na Rua Tamoios, em Santo Amaro. A população em geral poderá usufruir do restaurante mediante pagamento do preço popular: R$ 6,71. 

A secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Política sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife, Ana Rita Suassuna, falou o esforço da gestão nesse momento tão difícil. “O restaurante vai trazer dignidade para a população em situação de rua e garantir a segurança alimentar. Dentro do programa Chegando Junto estabelecemos a meta de assistência social, cidadania e geração de renda, e este equipamento é essencialmente de Cidadania. Além de garantir uma refeição para quem não tem, vai oportunizar uma alimentação com um preço mais acessível. Também pretendemos abrir vagas de trabalho para os usuários”, afirmou Ana Rita. 

Carlos Alberto, representante do Movimento Nacional de População de Rua falou sobre o impacto da ação na vida dos que mais precisam. “Alimentação não é nutrição. Esse restaurante vai possibilitar a segurança alimentar de tantas pessoas, além da dignidade. Isso é uma benção e estamos agradecidos pelo olhar do prefeito Geraldo Julio com a causa”, declarou Carlos Alberto. 

O objetivo do equipamento é promover mais dignidade, garantindo direitos e contribuindo para a segurança alimentar da população mais vulnerável, além de combater a desnutrição. Os almoços no Restaurante Popular serão oferecidos diariamente de domingo a domingo, das 11h as 14h. A iniciativa também atende às diretrizes do Plano Municipal de Atenção Integral à População em Situação de Rua, construído pelo poder público em conjunto com a sociedade civil.

Presidente da Comissão de Direitos Humanos do Tribunal de Justiça de Pernambuco, o desembargador, Bartolomeu Bueno parabenizou a iniciativa. “Estou muito feliz em participar da inauguração desse restaurante que vai atender uma população tão carente do Recife. O prefeito Geraldo Julio e sua equipe de secretários estão de parabéns”, afirmou Bueno. 

O Secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), Sileno Guedes falou da alegria de estar presente na inauguração do espaço. “Esta ação da Prefeitura do Recife dialoga muito com o momento em que o Brasil atravessa, momento de muita dificuldade, onde as pessoas estão precisando mais que nunca do braço protetor do Estado. São iniciativas como essa, onde a prefeitura estende a mão e chama para si a responsabilidade, assume um papel de gerar emprego, oferecer uma alimentação de qualidade. Que sirva de exemplo, de estímulo para outros municípios ”, destacou o secretário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário