.

.

17 de março de 2020

Mais R$ 51 milhões são injetados na economia com segundo pagamento do 13º do Bolsa Família

A partir desta quarta-feira, aniversariantes de abril, maio, junho e julho começam a receber parcela extra concedida pelo Governo de Pernambuco 

A economia pernambucana recebe reforço, nesta quarta-feira, com a injeção de mais de R$ 51 milhões referente ao pagamento da segunda turma que vai receber o Décimo Terceiro do Bolsa Família. Esta etapa contempla os beneficiários que fazem aniversário nos meses de abril, maio, junho e julho. Os pagamentos seguem até o dia 31 deste mês e para saber o dia certo, o beneficiário deve observar o final do Número de Identificação Social, que está nos cartões do Bolsa Família. 

Vale destacar que os pagamentos serão feitos nas agências da Caixa Econômica, nas lotéricas, terminais de autoatendimento e estabelecimentos alternativos credenciados. Ou seja, nos mesmos locais onde o beneficiário já costuma receber o valor pago mensalmente pelo Governo Federal. O limite do benefício estadual é de R$ 150,00. 

“Neste segundo mês de pagamento, vamos contemplar 395.930 famílias que são beneficiárias em todo o Estado. Os recursos chegam num momento importante, em que aquelas famílias que já sentem o reflexo com a falta de atividades no trabalho informal em virtude dos cuidados que estão sendo adotados para prevenção do Coronavírus, terão uma renda extra”, destaca o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes. 

Vale destacar que a parcela extra será concedida para todas as famílias pernambucanas que tenham permanecido regulares no Bolsa Família por pelo menos cinco meses entre março e janeiro deste ano. O valor da parcela é igual ao valor do benefício federal, no limite máximo de R$ 150. Quem recebe abaixo, porém, teve a oportunidade de atingir o valor do limite, caso tenha feito o cadastro dos seus CPFs em notas fiscais. 

No estado, 1.125.559 estão no cadastro, de acordo com o último dado atualizado pelo Ministério do Desenvolvimento Social, e que correspondem a 34,5% da população pernambucana. Essas famílias contarão com até R$ 150 a mais nos seus benefícios mensais. O saque deve ser feito em até 120 dias da data do recebimento. 

Caso o beneficiário tenha dúvidas sobre o assunto, a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude oferece os serviços da Ouvidoria Social, no 0800.081.4421. O contato pode ser feito por telefones fixos e móveis e, no atendimento, é possível conferir quanto e quando o usuário vai receber o dinheiro. 

Em abril, os pagamentos serão realizados entre 16 e 30 daquele mês, com exceção dos sábados e domingos. Será o último lote de pagamento, que vai ser direcionado para quem nasce nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro.

ALERTA A GOLPE:

Está circulando um novo golpe sobre o pagamento da 13º parcela do Bolsa Família através de aplicativos de conversa instantânea. A armadilha informa que o beneficiário terá direito a sacar R$ 470 para compras de itens de higiene em combate ao Coronavírus e o induz a acessar a um link de agendamento. A Secretaria estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) alerta que os usuários do programa não devem fornecer dados, abrir links nesse sentido ou preencher cadastros para agendamento de saques. As informações oficiais sobre o pagamento da parcela extra do Bolsa Família são publicadas apenas no site da SDSCJ, no link www.sdscj.pe.gov.br , e nas redes sociais do órgão.

Por: Francisco Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário