.

.

22 de abril de 2020

No Paulista, Cemitério Campo Santo São José reserva duas alas extras para as pessoas mortas pelo coronavírus

Para o sepultamento dos corpos das pessoas vítimas do novo coronavírus, o Cemitério Municipal Campo Santo São José no bairro de Arthur Lundgren II, no munícipio do Paulista, na Região Metropolitana, reservou duas alas extras cada uma com 268 gavetas para os pacientes mortos pela Covid-19.

Desde o início do mês de abril, foram enterradas quatro pessoas que morreram em decorrência do novo coronavírus e 46 pessoas com a Síndrome Respiratória Grave Aguda (SARS).

Seguindo às normas sanitárias das Secretarias de Saúde do município e do Estado, em caso de óbitos associados pela Covid-19, não há realização de velório e os caixões são mantidos fechados.

“Nós entendemos que os familiares têm o direito de se despedir do seu ente querido, mas nós estamos seguindo as orientações dos órgãos responsáveis. “É doloroso não poder velar um parente, mas nós pedimos a compreensão e fazemos um apelo para que as pessoas entendam que essa doença é perigosa. Peço também que não tragam crianças, idosos ou pessoas com doenças crônicas”, enfatizou Gisélia Pereira, uma das administradoras do cemitério.

Ainda de acordo com Gisélia Pereira, todos os funcionários do cemitério estão usando os equipamentos de proteção individual (EPis). O Cemitério Municipal Campo Santo São José, fica na PE-15, número 1912, sentido Centro. Para esclarecer dúvidas, as pessoas podem ligar para o telefone: 98529.7981, no horário das 7h às 16h30.

Por: Francisco Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário