.

.

23 de abril de 2020

Paulista distribui cestas básicas para os permissionários do transporte escolar

A equipe da Secretaria de Mobilidade e Administração das Regionais (SMAR) do Paulista está entregando, nesta quinta-feira (23), kits de cestas básicas para os permissionários do transporte escolar cadastrados no município. A iniciativa é uma medida adotada pela gestão para minimizar a falta de arrecadação destes profissionais durante o período de quarentena.

Para receber os quilos de alimentos, os permissionários devem se dirigir à sede da SMAR, na Av. Prefeito Geraldo Pinho Alves, nº 222, Maranguape I (antiga Av. Brasil). O atendimento vai até às 13h. Na ocasião, é necessário que o profissional se dirija ao local com o veículo de trabalho, onde consta o TP (Termo de Permissão), e apresente o Alvará atualizado.

Um dos primeiros a receber a doação, o permissionário Deones Rodrigues, 47 anos, atua no Paulista há três anos. Ele falou sobre a importância deste olhar sensível que a Prefeitura vem tendo perante a categoria. “Estamos com o faturamento comprometido devido a esse período que o mundo vem atravessando. As aulas foram suspensas há um bom tempo, então estamos parados. Tudo que venha nesse momento para diminuir as nossas dificuldades é muito bem-vindo”, afirmou Deones.

Essa é a terceira categoria de transportadores de passageiros contemplada com a entrega das cestas básicas no município. Além dos permissionários do transporte escolar, os taxistas e os motoristas e cobradores cadastrados no transporte complementar (realizado por kombis e vans) já receberam a doação.

Quem também não perdeu tempo e foi logo garantir a sua cesta foi a permissionária, Flávia Adriana da Silva, 42 anos. “Não está sendo fácil esse período de inatividade. Somente com o esforço do poder público conseguiremos suportar essa queda no faturamento. Agradecer neste momento a prefeitura e pedir à Deus para que tudo isso acabe logo e que a gente possa voltar a ter uma vida normal”, concluiu a permissionária que atua em Maranguape I. 

Por: Francisco Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário