.

.

26 de maio de 2020

Em parceria com o Governo de PE, Paulista distribui kits de alimentação às famílias em situação de vulnerabilidade

Famílias em situação de vulnerabilidade que residem em Paulista, na Região Metropolitana, foram beneficiadas nesta terça-feira (26.05) por uma ação conjunta da Prefeitura e do Governo de Pernambuco. Graças a essa parceria, 400 kits com produtos da agricultura familiar chegaram à mesa das pessoas que mais necessitam diante da pandemia do novo Coronavírus.

Os alimentos que estão sendo distribuídos em Paulista foram adquiridos pelo Governo do Estado, dentro do programa Compra Local. A Secretaria Municipal de Políticas Sociais e Esportes ficou encarregada de buscar os produtos no Ceasa e realizar a logística de distribuição, que ocorreu em três bairros da cidade, no Fragoso, em Pau Amarelo e no Maranguape II.

A dona de casa Rosalba Braga, que reside na comunidade de Maranguape II, é assistida pela Casa das Juventudes do bairro com a entrega de sopa. Como o programa está temporariamente suspenso por determinação do Governo do Estado, a moradora foi logo incluída na lista de pessoas contempladas.

“Esses alimentos chegam numa hora muito importante pra mim. Estou muito feliz porque agora vou poder reabastecer o estoque da minha casa que estava praticamente vazio. Quero parabenizar e agradecer a todos”, comentou.

O vigilante Josiel de Araújo também recebeu o kit. Residente no bairro de Pau Amarelo, ele esteve na Associação de Moradores da localidade para pegar os alimentos. “Nossa comunidade está muito feliz com a distribuição desses alimentos. É muito importante esse tipo de ação pra quem tanto precisa”, frisou.

A secretária de Políticas Sociais e Esportes do Paulista, Mércia Falconere, aproveitou a ação para fazer um balanço da entrega de alimentos na cidade. “Essa foi mais uma ação que estamos realizando para beneficiar quem está em situação de vulnerabilidade social na nossa cidade. Com esses 400 kits do Compra Local, a Prefeitura já entregou aproximadamente 45 toneladas de alimentos pra quem mais precisa. Foram diversas ações e parcerias que possibilitaram a nossa gestão de contemplar mais de quatro mil famílias”, argumentou.

Por: Francisco Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário