.

.

1 de maio de 2020

Mais de 50 milhões de brasileiros já receberam auxílio emergencial do Governo Federal

Com o isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus, milhões de pessoas como os autônomos e os que vivem na informalidade estão sem trabalhar. O auxílio emergencial de três parcelas de R$ 600 pago pelo Governo Federal tem sido a única fonte de renda desses trabalhadores. Até esta quinta-feira (30), R$ 35,5 bilhões foram pagos para 50 milhões de brasileiros, de acordo com a Caixa Econômica Federal.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o total de contemplados já é superior à população total de países como o Canadá (37,5 milhões de habitantes), e a Argentina (44,5 milhões).

Tem direito ao auxílio os trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, além dos beneficiários do Bolsa Família.

Na casa da diarista Valdirene Piano Vieira, em Recanto das Emas (DF), vivem cinco pessoas e seu trabalho era a única fonte de renda. Com a pandemia, ela está parada e o auxílio emergencial é o que tem segurado as despesas da família.

“Meu marido está desempregado, meu filho também. Os outros dois estudam. Então, aqui só eu que faço diárias. Esse auxílio foi muito bom porque a gente paga água, luz, aluguel, compra o que comer. E assim a gente vai se virando até passar esse vírus”, contou Valdirene.

Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente é de R$1.200.
Como receber o auxílio

A Caixa é a responsável pelo crédito do auxílio emergencial que começou ser pago no dia 9 de abril. O cadastro para receber o benefício pode ser feito no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo aplicativo Caixa/Auxílio Emergencial. Quem tem conta na Caixa recebe os recursos automaticamente. Para quem não tem, foi aberta uma poupança digital, totalmente gratuita.

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20 de março e atende as regras do programa receberá sem precisar se cadastrar no site da Caixa.

Os integrantes do Bolsa Família elegíveis recebem o crédito no mesmo calendário e na mesma forma do benefício regular.
Saque

Quem recebe o crédito do auxílio emergencial podem sacar o benefício em espécie. A Caixa fez um calendário para quem não tem cartão retirar o dinheiro e abrirá 800 agências neste sábado (02) para atendimento exclusivo de informações e saque sem cartão do auxílio emergencial.

30 de abril – nascidos julho e agosto

02 de maio – nascidos em setembro e outubro

05 de maio – nascidos em novembro e dezembro

Por: Francisco Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário