.

.

22 de junho de 2020

Paulista reabre parques e praias, mas permanece com ações educativas para controle de aglomeração e uso de máscaras

Através do Decreto 068/2020, a Prefeitura do Paulista reabre as praças, parques e as praias do município para uso da população. No entanto, permanece as ações educativas para evitar aglomerações e para orientar o público quanto ao uso da máscara que continua obrigatório, evitando assim o contágio pelo novo Coronavírus.

O Decreto determina que a população pode tomar banho de mar, praticar caminhadas, corridas e até esportes individuais. Mas continua proibida aglomeração de pessoas, pratica de esportes coletivos e consumo de bebida alcóolica em barracas ou bares.

O secretário de Segurança Cidadã e Defesa Civil, Manoel Alencar, informou que a Guarda Municipal vai atuar neste controle, orientando a população do que pode e o que não pode neste momento de retomada gradual.

“Nós estamos nas ruas, de forma muito gentil, mostrando a população da importância do uso das máscaras e que ainda não pode aglomerar pessoas para evitar o contágio. Instalamos uma pia aqui no Ecoparque das Paineiras, no Centro da cidade, e vamos disponibilizar guardas com álcool a 70° para que as pessoas possam higienizar as mãos. Agora, toda esta ação só terá êxito se a população entender que ainda é preciso muito cuidado, pois, a gente só evita a circulação do vírus se as pessoas continuarem seguindo as normas sanitárias”, destacou o gestor.

O coordenador da Defesa Civil, Laurindo Venceslau, faz um apelo a população. “A gente pede à população que volte aos poucos a frequentar estes espaços públicos, para que a prefeitura possa monitorar o impacto desse retorno. E principalmente, tomando todos os cuidados necessários, para que não haja o surgimento de novos casos”, comentou.

As ações de fiscalização da prefeitura, envolvendo as secretarias de Segurança Cidadã e Defesa Civil; Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente; junto com a Guarda Municipal e Polícia Militar, devem continuar para garantir o distanciamento social. 

Por: Francisco Neto

Nenhum comentário:

Postar um comentário